Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Concerto de Jorge Palma na Casa da Musica

Foi um belo concerto, o álbum Só foi tocado do princípio ao fim apenas com voz e piano, tal como o tinha ouvido a 5 de Novembro de 1994 no São Luíz em Lisboa. Não desiludiu e ainda impressionou, ao oferecer-nos umas sonatas que gostava de me recordar do autor e do nome mas a hora tardia e a voz um pouco difícil de ouvir quando falava não deixou que ficasse registado. O concerto foi longo e muito bonito!!

Fiquei triste quando percebi que me tinha esquecido da luzinha led para desenhar na escuridão e que apesar de estar na segunda fila estava no lado exatamente oposto ao piano, por isso decidi começar o desenho antes do início do concerto, mas afinal manteve-se alguma luz que me deixou fazer alguns registos.
Canta pincel de tinta da china sobre papel de aguarela.




2 comentários:

Marcelo de Deus disse...

O Jorge Palma é um génio. E estes desenhos de concertos da Suzana são já um clássico. Gosto muito.Muito bom gosto.

Bill Bytheway disse...

Eu gosto de negrito esboços preto e branco da música. bem feito.