Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Barro Preto de Bisalhães

O Barro Preto de Bisalhães foi inscrito hoje na lista de Património Cultural Imaterial que necessita de salvaguarda urgente por estar em vias de extinção.
Há cerca de 10 anos procurei Bisalhães precisamente pelas características da sua olaria donde trouxe esta fantástica peça que é um assador com a forma de peixe.

4 comentários:

Eduardo Salavisa disse...

Quando fui professor na António Arroio organizámos uma feira de olaria e tivemos lá um oleiro de Bisalhães a trabalhar. Bom desenho Luís.

Jrosa disse...

Grande desenho na data certa e com a imagem perfeita do barro negro.

Maria Celeste disse...

...que património cultural tão giro...

Rosário disse...

Que bonito! vou copiar e desenhar o que tenho cá em casa!