Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Aveiro


No passado fim de semana voltei ao Norte mas fiz uma paragem em Aveiro que não conhecia. Fiquei agradavelmente surpreendido com tudo o que vi. É uma cidade fantástica e os seus canais dão-lhe um charme distinto.


Só tive pena da paisagem que estava atrás de mim, uma espécie de pseudo-shopping numa zona tão nobre como esta, envolto em canais, não era de facto a melhor coisa para reabilitar o espaço... No entanto, este desenho só foi possivel, justamente porque a minha filha ficou deslumbrada com o parque infantil do dito shopping...


Antes de ir embora, a minha filha resolveu que queria cortar o cabelo (algo que ela fugia a sete pés!) e nós fizemos a vontade. A problema é que agora ela só quer cortar o cabelo ali... Acho que vou ter de ir a Aveiro mais vezes ;)

8 comentários:

Bruno Vieira disse...

Aveiro pode ter algum charme, mas com estas linhas e cores, surpreende

teresa ruivo disse...

Fraquitos, todos eles :))

Suzana disse...

Ai tão lindos que estão, muito produtiva esta passagem!!! Sim é um grande mamarracho, valha-nos a paisagem à sua frente!

Marcelo de Deus disse...

Sim, concordo Teresa...não sei como é que há homens que gostam disto! :)))

Maria Celeste disse...

.....tem piada a preferência pelo corte aveirense...
...tem boo gosto...

Maria Leonor Janeiro disse...

Estão lindos!
Leonor Janeiro

Teresa disse...

Com estes teus desenhos, fiquei com vontade ir também a Aveiro !

Ana Crispim disse...

Vamos...