Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

"Jardim da Ameixoeira" ou "Quinta deSanta Clara",em Lisboa, com Richard Câmara_18 SET16

Desenhos feitos com caneta­pincel tipo Pentel, esponja, pequeno vaporizado de plástico., foram alguns dos materiais para  aplicar água (bastante) no papel e desenho­. A água serviu para preparar o papel (molhando-­o previamente), e de seguida aplicar a cor apenas com     aguarelas (numa ou em várias camadas sobrepostas)  para corrigirmos ou apagarmos, Esse foi o seguimento  de acordo com a orientação  do edital e posta em prática.nesse workshop.

São três os registos seguintes do local: pequena vista panorâmica, veículos próximos estacionados e elementos decorativos de uma alegre feira decorrente, assim como da vegetação (arvoredo, plantas lacustre  e repucho) do jardim.



1 comentário: