Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Em Alfama com a Béliza

Fizemos uma grande caminhada, desde Alfama até ao Cais do Sodré, com vários desenhos pelo meio. Estivemos com os Pedros, Loureiro e Alves, e a Zeta. No largo de S.Miguel, nas escadas da igreja, estes 3 amigos, alfamenses de gema, mais novos e simpáticos do que parecem no desenho, foram atraídos pelo que nós estávamos a fazer.


3 comentários:

teresa ruivo disse...

É por isso que é bom desenhar por estes sítios!Tive pena de não ir. Gosto do ar atento da Béliza e do chapéu do Gonçalo, ao contrário como convém :)

Maria Celeste disse...

...que giro...

nelson paciencia disse...

Muito engraçado, parecem alinhados numa pauta musical...