Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Outro Príncipe Real

Faz agora ano e meio que aprendi uma grande lição com a Senhora Melanie Reim num workshop por ela orientado durante o Urban Sketchers Symposium em Lisboa. As palavras dela ficaram escritas no meu caderno " don't give up too soon". Desde aí uma das actividades que me dá mais gozo é "salvar desenhos" que pareciam "falhados" e condenados à partida.
Tal como a Paula Cabral também tentei apanhar a banda que surgiu no final do encontro do Bairro Alto, no entanto a coisa não saiu lá grande coisa. Mas foi com grande satisfação que o salvei...

2 comentários:

Cesar disse...

Em boa hora o recuperáste, está magnífico! abr.

zeta disse...

Seguir os Mestres resulta efeito positivo. De resto, a passagem da banda ao luz-fusco apanhou-nos desprevenidos e foi um tanto ou quanto fugaz.