Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

sábado, 18 de novembro de 2017

Concerto evocativo do Lançamento da 1º Pedra

Este ano comemoram-se os 300 anos do início da construção do Convento de Mafra. Houve vários festejos e atividades que culminaram ontem dia 17 com um concerto a evocar o lançamento da 1ª pedra na construção da Basílica. Foi um concerto memorável com os seis orgãos a tocarem em conjunto com o coro Voces Caelestes um programa do sec. XVIII escrito na altura para serem tocados aqui.

E se no primeiro desenho o concerto ainda não tinha começado. Fui-me perdendo nas linhas enquanto era feita a apresentação do programa e os últimos se sentavam. O segundo desenho, feito depois do início do concerto, deixa transparecer uma sensação de elevação. E não fiz mais nada. Deixei-me estar ali a ouvir retendo aquela sensação de leveza.



6 comentários:

nelson paciencia disse...

O primeiro desenho está espantoso!

Rosário disse...

Gosto muito destes desenhos!

Maria Leonor Janeiro disse...

Fantastico

Leonor Janeiro

Celeste Vaz Ferreira disse...

Que desenhos António! O primeiro então acho estupendo.

Marcelo de Deus disse...

Minha nossa ! Que desenho o primeiro!

Rodrigo Briote disse...

Bem aproveitado o concerto