Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blogue só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

terça-feira, 27 de maio de 2014

Desenhando no Ariman


Um dos meus locais favoritos em Lund é o Ariman, um bar que está cá pelo menos desde a geração anterior. Para os novos, é um daqueles lugares que sempre cá esteve, com rock n' roll competente e cerveja gelada. Para os mais velhos, é um marco da cidade e um ponto de encontro para discussões e debates que já vem desde os revolucionários anos 70. Recebe novos e velhos, suecos e estrangeiros em igual medida.


Tem uma daquelas localizações ideais, quer comercialmente quer na exposição solar. Quando a vitamina D jorra cá para baixo, a esplanada do Ariman na estreita rua pedonal é o sítio certo para se estar.

9 comentários:

hfm disse...

Gosto. Muito.

nelson paciencia disse...

Não me canso de ver os teus desenhos de pessoas.

Pedro disse...

Ficou a apetecer-me uma cerveja no Ariman.

Maria Celeste disse...

...até. Se consegue sentir um pouco o magnífico ambiente...

Manuela Rolão disse...

É sempre um prazer ler as tuas histórias e ver as suas ilustrações. O que te vale é que os hábitos dos suecos não são muito diferentes dos nossos (quando há sol e cerveja!).

Rosário disse...

As histórias e os desenhos sempre fantásticos!

Mário Linhares disse...

Fenomenais os teus post's!

Suzana disse...

Que bom, gostei!

Pedro Loureiro disse...

Obrigado a todos pelos comentários!
Abraços!