Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blogue só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Casa João do Rio



No último fim-de-semana na casa João do Rio, pelo meio da boa conversa e ao som da Edith Piaf, consegui desenhar estas relíquias que por lá se conseguem encontrar no meio de muitas outras.

7 comentários:

Maria Celeste disse...

...e os objectos que escolhestes ficaram mais bonitos do que aquilo que são...
...gostei muito de poder partilhar este espaço que me diz tanto...
...parabéns pelos desenhos...

Unknown disse...

Whoooo... A cadeira-textura está muito boa!

Luís Ançã disse...

Quem sabe, tudo desenha.

Rita Caré disse...


Fantástico!

Manuela Rolão disse...

Abrir os teus diários é assim: sempre sem palavras, tal é a delicadeza dos desenhos...

cláudia mestre disse...

Gosto muito de TODOS!

Suzana disse...

Que bonitas as peças e os desenhos!