Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blogue só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

segunda-feira, 27 de abril de 2020

Weboficina 24 | Somos todos Warhol



Em 1962 Andy Warhol apresentou, em Los Angeles, 32 quadros representando cada uma das variedades de sopa em lata comercializadas pela Campbell. Não consta que que Andy tivesse sido um Urban Sketcher, no entanto, a observação de um objecto banal e quotidiano despertou a vontade de desenvolver uma ideia, de pôr em evidencia uma peça que communente se encontrava despercebida entre tantas outras. Existem várias histórias que explicam o que terá levado Warhol a pintar as latas de sopa. Uma delas refere Muriel Latow, uma jovem galerista de Manhattan que lhe terá dito para pintar “alguma coisa que vemos todos os dias e alguma coisa que todas as pessoas reconheceriam”. Tavez a história mais verosímel é que Warhol pintou as latas de sopa porque esse era o seu almoço todos os dias...
Qual a nossa relação com com as embalagens que temos em casa? Seremos nós capazes de olhar para elas de forma diferente e dar-lhes um destaque especial no nosso caderno?

O desafio que proponho:

Escolher uma ou mais embalagens, desenhar e associar um texto que possa contar a história da vossa relação com aquela marca, embalagem ou produto.

Quem sabe se não estaremos perante o nascimento de algum Urban Sketcher Influencer? Já viram o que seria receberem em vossas casas umas latinhas de Atum Catita?










10 comentários:

L.Frasco disse...

Acho que vou gostar desta!
Vai dar um bocado de trabalho andar a vasculhar a despensa. Tá atulhada em papel higiénico...

ceguinho da pova disse...

Vamos lá ser Warhol! J.Coutinho

Fernanda Lamelas disse...

Vamos à procura do Warhol que há em nós!

Alexandra Baptista disse...

muito bem Rita, essa é a doer.

Rosário disse...

Que boa ideia!

nelson paciencia disse...

Olha que ideia tão jeitosa!

Teresa Ruivo disse...

Espero ter tempo, se não for na quarentena, hei-de fazer depois:)

Tomás Reis disse...

Como diria o Andy Warhol... Vamos dar aos objetos da dispensa 5 minutos de fama

José Louro disse...

Criativo, sim senhor.

Manuela Rolão disse...

Estou atrasada mas vou fazer!