Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

quinta-feira, 21 de junho de 2018

Heritage Indoor Sketchers IV


Prometo não vos entediar mais com este dia que passámos em Évora, até porque já lá vai algum tempo. Este último desenho foi quase que uma despedida daquela cidade-sonho. Tínhamos já saído da Fundação Eugénio de Almeida, depois de um encontro de desenho tão bem organizado. Porém, apetecia-nos ficar naquelas ruas brancas, nem que fosse só mais um instante.

Sentámo-nos numa esplanada do Giraldo mas, subitamente, o céu escureceu e a chuva começou a cair. Tivemos então de salvar tudo, pegar nos cadernos e fugir para dentro do Café Arcada. Assim se explica que este desenho pouco tenha passado do esboço. Apenas mostra uma janela de céu azul, por onde o sol efémero ainda espreitava.

4 comentários:

João Santos disse...

Adoro este prédio todo esticado no lado direito, e também a economia no usa da cor.

Vicente disse...

Fabulosa visão da praça do Giraldo

Marcelo de Deus disse...

Muito bom

nelson paciencia disse...

Adoro perspectivas aceleradas!