Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

domingo, 29 de abril de 2018

Latitudes - Encontro USK PT - tarde

Depois do almoço no Muralhas, começou a chover. Dividimo-nos à procura de abrigos para desenhar.

Abriguei-me na Igreja de S. Pedro para desenhar a Igreja de S. Martinho.


Mais uns metros e um novo abrigo, um novo enquadramento. Confesso que de todos, este é o meu favorito. 

Um novo abrigo, um novo registo.


Às 17h "inaugurámos" a nossa exposição, na Casa da Música.


Apesar do cansaço e da chuva, decidimos ficar para a apresentação do José Paula (Marrocos) e do Grupo do Risco (Príncipe). Foi uma excelente decisão, valeu mesmo a pena.


A espera convidou a um último desenho. 

Para o ano há mais. Parabéns aos USK PT e à organização do festival de literatura. 




4 comentários:

Pedro Loureiro disse...

Por mim, daqui para a frente, podes desenhar sempre abrigado. Estes efeitos de proscénio de primeiro plano são brutais!

João Catarino disse...

De abrigo em abrigo uma boa maneira de ser selectivo!
Parabéns André assim é que é!

Bruno Vieira disse...

Belo dia, ainda desenhaste bastante, os meus favoritos são os enquadramentos com os abrigos ;)

André Duarte Baptista disse...

obrigado pelas vossas palavras. evoluindo um desenho de cada vez :-)