Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Sexta feira negra

Viana do Castelo, traseiras da Igreja de São Domingos. Bem sei que não chove dentro dos centros comerciais. E que hoje é sexta feira negra. Toda a gente se encarrega de me lembrar de mais essa imbecilidade a que se convencionou chamar  Black Friday. Há mesmo quem diga coisas parecidas...para mim é mais free day. O povo arrebanhado parece querer acreditar que vão começar a oferecer-lhe tvs e torradeiras como se não houvesse amanhã. Mais mobília e perfumes...
Ora como não me apetece comprar nenhum frigorífico , nem ouvir ninguém, estaciono o carro em segunda fila, quase no meio de um cruzamento. É assim que mais gosto de desenhar, com a pressão de quem  está mais ou menos a por-se a jeito e tem de sair dali rapidamente...Facturado que está o desenho, desligo os quatro piscas e volto para o santuário onde trabalho. Certo de que toda a gente terá feito grandes e imperdíveis negócios. Eu fiz a minha parte. 

3 comentários: