Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blogue só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

sábado, 2 de julho de 2016

Cacém

De A (aguarela) a Z (zentangle) a ultima letra do Alfabeto Lisboeta e o ultimo trabalho de um excelente percurso desenhado, que passou por todas as letras onde foram experimentadas diferentes técnicas.

Na Quita do Castelo, dos Missionários da Consolata, no Cacém

14 comentários:

Filipe Pinto disse...

Esta dupla página tem que ser vista ao vivo. Está incrível.

Suzana disse...

Que lindas estas páginas! Está sureal! Adoro a da direita!

Maria Celeste disse...

...concordo com o Filipe e Susana...
...esta dupla está maravilhosa...

nelson paciencia disse...

Que óptima composição!

Mário Linhares disse...

E que percurso este!
Muito bem resumido aqui! :)

Rodrigo Briote disse...

Resultou muito bem nas árvores

Manuela Rolão disse...

Uma resposta original ao desafio! E muito bela...

Mário Crispim disse...

Tudo muito bom, mas as árvores, excelente!

Alexandra Baptista disse...

Que bonito, gosto MUIIIIto

DiasVanda disse...

TOP ! Cada vez mais fabulásticos, os teus desenhos, Ana!!!

Ketta disse...

Ana, grandes resultados da letra Z!
O desenho das árvores foi exactamente aquilo que o desafio pedia!
Muito bem conseguido!

USkP Convidado disse...

Que bela resposta ao desafio!
Gosto particularmente da página da direita. Está excelente!

Paula Cabral

abnose disse...

muito bom! também me deslizam os olhos mais para o lado direito...

Teresa Ruivo disse...

Boa Ana! Só agora o vi! (Foi muito bom fazer alguns desses percursos convosco!)