Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blogue só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Desenhar em Bruxelas-Reflexos


Para terminar esta saga de Desenhar em Bruxelas ,aqui vai a praça Flagey. em Ixelles, onde,no sábado(21/09) à noite, os repuxos estavam ligados.
 Isto, apesar da chuva.
Desenhei bastante e foram 7 dias maravilhosos a redescobrir uma cidade que julgava conhecer.
Isto ,antes de começar a rabiscar.

5 comentários:

Manuela Rolão disse...

Celeste, embora sem tempo para comentar, fui vendo os teus desenhos de Bruxelas. O caderno deve estar liiiindo! Parabéns!

Henrique Vogado disse...

A cereja no topo do bolo. O desenho está lindo com os reflexos da chuva.

hfm disse...

Gosto muito deste desenhos pela fundura e pelos reflexos.

J.Espadaneira disse...

Foi um prazer acompanhar esta viagem através destes magníficos desenhos.

Rosário disse...

Os reflexos estão mesmo bem!