Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blogue só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

sábado, 25 de abril de 2009

Enquanto isso em Lagos...

(Este caderno é uma maravilha... as páginas aguentam a água, a tinta não passa para o lado inverso... estou fã)

(Na noite em que chegámos antes de entrar no restaurante)

(um desconhecido numa esplanada)


A semana da Páscoa passei-a em Lagos.
Aproveitei para desenhar e até comprei propositadamente um caderno da Emílio Braga.
Não quero monopolizar o blog :) , mas vou colocar aqui os desenhos que consegui fazer... foi uma semana má, é raro chover lá, e tive o azar de chover imenso... mas sempre deu para fazer qq coisa!
Desculpem o espaço que isto vai ocupar no blog, mas se não ponho já tudo, depois não tenho tempo para o fazer...

5 comentários:

Mário Linhares disse...

Bem... Rosa! Fantástico!!

Bombástica a tua colaboração!! :)
Os retratos estão óptimos!
Que destreza com o caderno horizontal!! Parabéns!

Gosto das motas com o ar de ilustração e do azul tão limpinho que só me lembra o Verão!

Boa!

Su disse...

Boa Rosa! Assim é que é ;) o blog serve para isto mesmo, parar encher de desenhos, todos os dias se possível. Eu visito o blog todos os dias para ver se há desenhos novos, por isso continua.

Rosa Baptista disse...

Ok... adoro os vossos comentários! Tenho é de tirar férias outra vez :)

Ju Ayrosa disse...

Amei Rosa!! Os desenhos sao incríveis!! Parabéns!!

Fiquei mto curiosa, como se faz esse tom de azul tao clarinho e homogêneo?? pode revelar o truque, ou é segredo? hehehe...

bjos Ju

Rosa Baptista disse...

nada de segredos... é guache caran d'ache branco (em tubo) e depois um pouco de azul (eu ponho o azul de uma caixa de pastilhas de guache da caran d'ache que tenho aí há uns 15 anos).
O segredo, se é que o há, é que a mistura com a água (que é basicamente o guache branco do tubo, já que o azul é irrisório) tem de ficar estilo papinha de bebé, ou seja, muito pouca água...
Se quiseres podes ainda pôr uma pitada de ver ou amarelo nos céus que quiseres um azul mais esverdedado, mas azul na mesma, como um deles da rua da barroca, aquele desenho da vertical das duas páginas...
Beijinhos!!