Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

sábado, 24 de outubro de 2015

Desafio para Exposição e Encontros

Fomos desafiados para fazer duas exposições na Casa dos Mundos (Departamento da Câmara Municipal de Lisboa) (Ver em baixo desenho e legenda). A primeira exposição intitulada - “Diários Gráficos na Casa dos Mundos (CdM). Narrativas Gráficas de Interculturalidade” – consistirá em desenhos nossos, dos USkP, do novo comércio de estrangeiros que se instalaram nalgumas zonas de Lisboa. As zonas serão a freguesia da Misericórdia (S.Bento) e Mouraria/Arroios

Vejam aqui os mapas, o texto introdutório e as listas dos locais a desenhar.

Assim, desafiamos toda a gente que queira participar, a enviar um email para diariosgraficos@gmail.com a dizer "Quero desenhar para a Casa dos Mundos" e nós respondemos com 4 propostas, 2 em cada zona (4 locais que estão assinalados no mapa e nas listas)

Entretanto no dia 15 de Novembro realizar-se-á um encontro na Praça das Flores e no dia 22 no Largo Martim Moniz (lado norte) ambos às 14h30. Os desenhos poderão ser feitos nos dias dos encontros e/ou em qualquer dia. Convém estarem realizados até meados de Dezembro.

A Exposição “Diários Gráficos na Casa dos Mundos (CdM). Narrativas Gráficas de Interculturalidade” será inaugurada em Janeiro de 2016.


A Casa dos Mundos é um edifício na esquina da Rua de S.Bento com a Rua Nova da Piedade. Entra-se pelo edifício branco nesta rua e estende-se pelo edifício amarelo. A exposição será no primeiro andar, onde as janelas estão tapadas com fotografias de residentes do bairro. Teremos dois telões nas janelas de esquina a anunciar a nossa exposição (desenho de Eduardo Salavisa)