Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blogue só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

terça-feira, 11 de agosto de 2020

Salto do Prego


O Faial da Terra em São Miguel tem daqueles sitios onde recuperamos as nossas energias. O Salto do prego é um desses lugares que não me farto de revisitar.

Parque da Bela Vista_Sul

 

de Volta....

…. ao blogue e à Escola
Escola Secundária Henriques Nogueira. Uma casa onde sabe sempre muito bem voltar.  

De Paredes de Coura a Lisboa

 

Depois do último Lisboa capital verde 2020, ao almoço falámos de desenhos de comida, algo que eu não costumo fazer, mas o Paulo J. Mendes fez-me lembrar de eu ter desenhado com vinho, uma vez que jantei com ele. 

Desenhar com tintas comestíveis, já é outro assunto, e algo que eu gosto muito de fazer.

Enquanto o meu desenho do encontro está "de molho" à espera que eu volte ao local para o terminar, em homenagem à vinda do Paulo a Lisboa publico o tal desenho.

Ele está bem avinhado no retrato, mas quem bebeu o vinho fui eu! :)


Mais sobre esse momento, ver aqui.


Encontros nas esplanadas de C.O.


Encontros nas esplanadas de C.O.


Carpintaria Leandros

Os Amigos Leandros, de volta da serra.


À SOMBRA DE UMA AZINHEIRA


 

Praia fluvial de Monsaraz

Corredor Verde de Lisboa - Lisboa Capital Verde Europeia 2020 - parte 1


segunda-feira, 10 de agosto de 2020

Restauradores

 Tinha combinado estar nos Restauradores a uma determinada hora. Como gosto mais de esperar do que ser esperado e estava parado, frente à estação dos correios, tive tempo para desenhar aquilo que via. Isto foi no dia 10 de Julho mas só hoje é que digitalizei a imagem.

Lisboa capital verde - Parque da Bela Vista

 

Mosteiros

Depois da primeira oficina singular... aproveitei a minha ida aos caneiros dos Mosteiros para praticar.

Arbustos do jardim

 

Desenho nu


Parque da Bela Vista/Vale da Montanha com Paulo J. Mendes

No âmbito da Lisboa Capital Europeia Verde 2020, realizou-se mais um encontro com a presença do Paulo J. Mendes.
Obrigada a todos os presentes!
Os desenhos resultantes destes encontros/oficinas darão conteúdo a um livro e a uma exposição.
Para isso pedimos que nos vão enviando digitalizações (a 300 dpis) para o email uskp.actividades@gmail.com


Praia Grande, mesmo aqui ao lado!

Vista da Praia Grande, do restaurante "Coroa".

domingo, 9 de agosto de 2020

sábado, 8 de agosto de 2020

A casa branca, Raul Lino revisitado

 

Workshops "Vamos guardar memórias da Rota Vicentina"


Porto Covo sempre foi a minha segunda casa e, nestes tempos de pandemia, quase passou a ser a primeira. Aqui sentimo-nos um pouco mais seguros, e mais longínquos dessa nova realidade.
De há uns anos para cá, a Rota Vicentina passou a trazer novos públicos para esta zona. Muitos estrangeiros (embora este ano quase nenhuns...), mas também portugueses que gostam de caminhar ao longo dos mais de 300 km de trilhos, muitos deles ao longo da maravilhosa e selvagem costa alentejana.
Porque acredito que desenhar é guardar memórias e sei que desenhar em caderno gráfico na costa vicentina, é uma aventura regeneradora e inesquecível, passei a organizar em Porto Covo os  workshops "Vamos guardar memórias da Rota Vicentina".
Querem aparecer?
Toda a informção para consulta AQUI.


Praia do Banho, Porto Covo, 27 Julho 2020

sexta-feira, 7 de agosto de 2020

quarta-feira, 5 de agosto de 2020

#DesenharParaNãoChorar

- Filha, preciso de um nome para criar um hashtag onde possa despejar os desenhos que faço nas reuniões de professores.
- Hum, que tal "desenhar para não chorar"?
- Lindo!

Podem participar no Instagram #DesenharParaNãoChorar com desenhos que vos salvem a vida...!




Dois horizontes, real e imaginado, a duas velocidades

Composição com alguns banhistas e a linha do horizonte, num sketch rápido feito na Praia do Carvalhal e um desenho mais pausado da Nini no sofá, a olhar para um horizonte imaginado.


Mão solta no Jardim do Campo Grande

Porque os olhos também estavam soltos, como pardais nervosos, sem poisar muito tempo no mesmo sítio...


Desafio do mês de Agosto - Desafio 113 "Horizonte"

Próximo Desafio 113 – Horizonte. Até 25 de Agosto

Atenção às regras, nomeadamente à etiqueta: Desafio113 (sem espaço).

Lembramos que quem tiver mais comentários (não valem os repetidos, nem do próprio, nem de anónimos) o seu desenho vai para o cabeçalho no próximo mês.


terça-feira, 4 de agosto de 2020

Alto da Ajuda

com Catarina França

Passagem pelo Turcifal

Para lembrar as saudades dos grandes encontros oeste sketchers, uma pequena passagem pelo Turcifal.

Lisboa Capital Europeia Verde 2020, Alto da Ajuda

Vista do pulmão verde de Lisboa, no Alto da Ajuda.

Encontro no Parque da Bela Vista/Vale da Montanha com Paulo J. Mendes

No âmbito da Lisboa Capital Europeia Verde 2020, no próximo domingo, dia 9 de Agosto às 10h30, Paulo J. Mendes vem do Porto para fazer uma demonstração (que será filmada) no Vale da Montanha. Este Vale está inserido no Parque da Bela Vista (uma vasta área onde acontece o Rock in Rio, por exemplo).

 

O ponto de encontro será na Casa das Cores onde se chegará a pé depois de estacionar o carro (quem for de carro) mais abaixo (ver o mapa em baixo).

 

O encontro começará com uma breve introdução do Eng. Paulo Anunciação da CML

 

Não é preciso inscrição. Atenção à hora 10h30 (até às 13h).

 

Como é sabido os desenhos resultantes destes encontros/oficinas darão conteúdo a um livro e a uma exposição. Para isso pedimos que nos vão enviando digitalizações (a 300 dpis) para o email uskp.actividades@gmail.com


Desenho de Paulo J. Mendes. jardim do Parque da Cidade, Porto

sábado, 1 de agosto de 2020

Largo Visconde da Luz , Cascais


Oficinas Singulares#02 | Isa Silva

À semelhança do desenhar com… este projeto consiste em conversas informais - em Livestream - sobre a prática do desenho.
Nesta 2ª sessão convidamos a Urban Sketcher Isa Silva para nos falar da sua abordagem e desafiar-nos a desenhar - no/ num local - de acordo com o seu modo de ver.
Esta conversa fez-se em direto no facebook e está partilhada no instagram e no Youtube.

Agenda dos Sketchers - Agosto 2020



 


AGENDA DOS SKETCHERS
Agosto 2020

 
2020 - O ano de todos os desafios
por Isa Silva

 
Quando começaram a desafiar-me para avançar com uma lista para a direcção dos USkP veio logo à minha cabeça a vontade de ter representações das várias zonas do país. Assim, sim, seria Portugal. E conseguiu-se esse objectivo. Alguns dos nomes que inicialmente tinha pensado acabaram por não aceitar, outros foi preciso insistir e muitos deram logo o "Sim". E assim deste modo, deram força a este início de caminhada.
Sabíamos que não seria tarefa fácil mas jamais imaginávamos que a esse peso uma bomba chamada Covid 19 alteraria tanta coisa...
2020 acabou por se revelar um ano absolutamente provocador, castrador mas ao mesmo tempo maravilhosamente desafiador a vários níveis.
Ao André, ao Armando, ao Carlos, ao Henrique, à Leonor, ao Manuel, à Rosário e ao Vicente, o meu Obrigada por embarcarem nesta viagem!
Contamos com a participação de TODOS os sketchers, estejam onde estiverem.
Termino deixando um Agradecimento à direcção cessante por 4 anos de excelente trabalho e convívio.
Seguimos em frente sempre com o espírito dos USk tanto na mente como no coração :-)

 
Fotografia dos participantes na reunião conjunta da direcção cessante com a nova direcção dos Urban Sketchers Portugal.
 
"Aos associados USkP:
No final destes quatro anos de um duplo mandato da Associação USkP, queria deixar uma palavra de agradecimento e gratidão, a todos vós, que em nós confiaram e contagiaram com o vosso entusiasmo, e com ele nos permitiram tantos conseguimentos, momentos únicos de convívio na partilha de desenhos em cadernos. Mais que uma missão, foi um privilégio, que guardo para a vida. 
Um obrigado e muita admiração, dois sentimentos que queria também estender a todos os elementos da direcção cessante, que tanto trabalharam para um bem maior num genuíno companheirismo. Boa sorte à nova direcção, e um aplauso, pela vontade e energia demonstrados, na liderança de um grupo que será sempre uma referência para todos os grupos USk no mundo." 
Nelson Paciência

"Fazer parte da direção de uma Associação como a Associação Urban Sketchers Portugal é uma oportunidade de desenvolver a nossa capacidade de trabalho numa equipa plural, fervilhante de ideias e focada num propósito muito bonito. Afinal todas as atividades implementadas servem para apoiar e dinamizar uma pratica que faz os outros felizes. Todos sabemos que quem é USk encontra no desenho em cadernos uma forma de bem estar e contentamento. Só tenho a agradecer a minha equipa e a todos os associados o espaço e a confiança que me foram dados. Bons desenhos! "
Rita Catita 

"Começa tudo por rabiscar num caderno. Com pessoas à volta a fazer o mesmo. Do grupo nasce a união e uma Associação. Comecei como voluntário junto da primeira direcção. Depois fui convidado para ser tesoureiro na direcção seguinte. Nestes 4 anos que terminam, aprendi e cresci com o espírito de grupo a construir ideias jogadas para cima da mesa e a vê-las concretizadas em Encontros, workshops e exposições. Fui novamente convidado para uma nova direcção e mantendo a mesma vontade de contribuir para este grupo de desenhadores portugueses, espero que a energia se mantenha e se renove."
Henrique Vogado
 
"Foram 4 anos para guardar para sempre! Recheados de ideias, sonhos, concretizações, desafios, desilusões, mas sempre com o apoio dum grupo que acreditou e soube complementar-se. Apesar das diferenças. Com respeito. Com solidariedade. Com amizade.
Um agradecimento aos que confiaram em nós neste percurso e, em tantas ocasiões, quiseram transmiti-lo directamente. E finalmente deixo as maiores sucessos a esta nova equipa que começa!
O desenho é mágico!!"
Luis Frasco
 
"No início, uniu-nos o desenho. Depois veio a proposta de integrar a Direcção e, com ela, um imenso desafio. Seguiram-se 4 anos de trabalho, de responsabilidade, de ideias em cima da mesa, de discussões a dez, sempre a aproveitar o melhor de cada um na construção de uma Associação transparente, que defenda a  igualdade de oportunidades e o valor da inclusividade, que valorize o desenho em cadernos e que, se possível, vá mais longe e tire partido do potencial social e humanitário do desenho sempre, mas sobretudo, em momentos e situações de crise.
No fim, fica uma tremenda amizade, a consciência tranquila e a certeza de que este barco, agora com outros comandantes, vai seguir a mesma rota e chegará a um porto seguro. 
Boa viagem e obrigada a todos os associados! "
Teresa Ruivo

"Sempre que um homem sonha, o mundo pula e avança”.
Foi com este espírito que começou esta associação, foi essa a nossa inspiração ao longo destes quatro anos. Mas ainda há muito caminho para trilhar…
Porque caminhar é bom, e desenhar é que aquilo que nos une!
Bom caminho! "
Fernanda Lamelas
 
" Editar e publicar a Agenda dos Sketchers foi uma oportunidade para divulgar e promover não só as atividades promovidas pela Associação mas as atividades de todos os grupos e individualidades que constituem a comunidade dos amantes de urban sketching em Portugal e que sempre responderam positivamente. Com um público crescente de mais de 400 associados novos de desafios de modernização e renovação se colocam. É altura trazer as pessoas de volta para a rua e de uma forma responsável restabelecer os laços que se quebraram com a pandemia. Obrigado ao Luís Ançã e ao Pedro Loureiro os anteriores editores da Agenda que ajudaram a levantar e a levar para a frente este projeto ."
Filipe Pinto
 
"Quando entrei para a direção dos Urban Sketchers Portugal tinha como objetivo dar um pouco de mim a um grupo que tanto me tem dado. Fazer parte da direção deu-me a oportunidade de conhecer pessoas novas, ter experiências ricas e formas de trabalhar diferentes. Não cresci só como sketcher. Cresci também enquanto cidadão. Ter feito parte desta equipa da direção foi um privilégio. Fizemos uma viagem extraordinária e aprendi muito convosco. Muito obrigado! "
António Procópio

"Fazer parte da Direcção do Movimento (chamo-lhe Movimento em vez de Associação) mais dinâmico do Mundo dos Urban Sketchers é um orgulho e um privilégio (é verdade, nós somos o grupo mais dinâmico). Não só o mais dinâmico como o pioneiro. Nós já existíamos antes de se falar em Urban Sketchers. Éramos, e continuamos a ser, o grupo dos que desenham em cadernos. Os Diários Gráficos."
Eduardo Salavisa

 
Desenho da nova direcção dos Urban Sketchers Portugal por Luís Frasco
USk Torres Novas | 1.º aniversário
por Carlos Fidalgo




Parece que foi ontem, que foi criado o grupo USk Torres Novas.
Começámos, promovendo a nossa atividade a nível local, através das redes sociais e órgãos de comunicação social local.
No dia 28 de setembro de 2019, aproveitando a iniciativa (a)Riscar o Património, realizámos o nosso 1.º encontro.
A partir daqui, outros encontros se realizaram e com um número crescente de participantes. Acreditamos que viemos preencher uma lacuna, nesta forma de abordagem ao desenho, na cidade, e região, de Torres Novas.
Nos nossos encontros, temos tentado desenhar em diversos locais emblemáticos da cidade, e que têm sido do agrado de todos os participantes.
Contudo, e não sendo alheio a ninguém, com o cenário atual, muitos projetos ficaram em standby, mas em qualquer altura poderão ser postos em prática: - exposições, participação em eventos locais, apresentação do movimento urban sketcher em escolas, a realização de um encontro a nível nacional, entre outras, são algumas atividades que temos pensadas. Teremos que avaliar as situações e tentar adaptá-las ao "novo normal".

Saudações a todos.

Fiquem bem!


As imagens são referentes ao nosso último encontro (6.º Encontro USk Torres Novas), realizado no passado domingo 26/07/2020.
 
Vamos até ao Vale de Alcântara?
por Manuela Rolão



Na manhã quente de 19 de julho, reuniram-se cerca de vinte sketchers, debaixo de um arco do Aqueduto das Águas Livres, para um encontro promovido pelos USK Portugal, no âmbito do projeto Lisboa Capital Verde Europeia 2020. 
À sombra do Aqueduto das Águas Livres, visualizando a ciclovia que desce em direção ao Vale de Alcântara, ainda em conclusão, Rui Simão, da CM de Lisboa, apresentou o projeto para aquele local da cidade. 
Passar a pé por baixo do arco é uma experiência nova!
Sentada por baixo do tripé e da máquina instalados pela Ana da Eva Produções, inibida pela objetiva fotográfica, desenhei o que propus aos participantes: o que se vê através de um dos arcos do Aqueduto e o registo da paisagem sonora, muito vibrante por ali.
Juntei-me aos outros desenhadores, desenhei mais e apreciei com satisfação as suas produções na partilha final. Obrigada aos USKP pelo convite!

Desenho de Manuela Rolão
 

Oficina com Catarina França no Alto da Ajuda (Lisboa Capital Europeia Verde 2020)
No próximo domingo dia 2 de Agosto, pelas 10h30 até às 13h vamos conhecer um novo jardim de Lisboa. No Alto da Ajuda, mesmo por trás da Faculdade de Veterinária, com a formadora Catarina França. Ponto de encontro ao lado da Faculdade de Veterinária. Paragem de autocarro perto (nºs: 723, 729, 742 e 760)
Regressar ao Porto
por Suzana Nobre




Já estava mesmo com muitas saudades de desenhar acompanhada! Tal como aconteceu a todos nos últimos meses, os desenhos que fiz foram durante algum tempo na segurança da casa e após o confinamento ainda desenhei algumas vezes no exterior, mas sozinha. A oportunidade de quebrar esta saudade surgiu com a reativação dos encontros com os PoSk (Porto Sketchers). Regressar ao Porto é sempre um gosto enorme, para rever os amigos do Norte e conhecer mais um pedacinho da cidade, pois desenhamos num local sempre diferente. As caras de sempre apareceram, um bocadinho ocultas, mas sempre com a mesma boa disposição e cheios de vontade de desenhar.
O encontro #77 aconteceu no Jardim do Marquês, a rua em redor estava repleta de edifícios interessantes para desenhar e o Jardim cheio de frescura, a pedir uns desenhos dos seus plátanos. Duas semanas depois, o #78 teve lugar não muito longe dali, na bonita Quinta do Covelo onde tivemos novas caras que já prometeram voltar, um deles mesmo virtual com um desenho pelo Google Maps, desde o Brasil! Aqui o ambiente era propício a um desenho calmo e contemplativo pelo que passei o tempo todo a olhar para um tronco a esmiuçar as suas texturas, o que foi mesmo relaxante :) 
Agora os encontros são ao domingo, pois há menos gente na rua e podemos estar mais à vontade e apenas da parte da tarde, os almoços de convívio fazem falta, mas ficam para uns tempos mais calmos que voltarão em breve :).

Desenhos de Suzana Nobre

Entrevista a João Catarino
Associado nº 5
 

1. Como descobriste os urban sketchers?
Conheci o Eduardo Salavisa quando ele estava a fechar o livro Diários de Viagem Desenhos do Quotidiano (2008) em que integrei a lista dos 35 autores presentes.
Em sequência disso, conheci alguns desses autores através dos seus blogs e em encontros ocasionais para desenhar que não eram ainda USK.
Nessa altura o Eduardo que estava em contacto com Gabi Campanário reuniu um pequeno grupo inicial que integrasse a representação portuguesa de um blog de sketchers de todo o mundo que se estava a preparar.
Gabi organizou uma contagem num calendário decrescente até à data de abertura oficial do blog USK, que ajudou a criar muitas expectativas do que viria acontecer no universo reunido de sketchers dos vários cantos do mundo, de forma que, no dia da abertura oficial dos USK o êxito foi enorme e rapidamente se multiplicaram posts pelo mundo inteiro nos meses e anos que se seguiram. 
O número máximo de correspondentes chegou rapidamente ao limite e o Mário Linhares teve a brilhante ideia de propor a existência do blog USK Portugal para "consumo da casa", ideia que passou a ser replicada por diversos países.

2. Com que periodicidade desenhas?
Depende muito do apetite, quando consulto os cadernos tenho perfeitamente a noção do estado de alma com que os fazia em dada altura. 
Quando ando ocupado e preocupado desenho pouco, quando se abre espaço e tempo desenho mais.
O desenho funciona quase como um barómetro e simultaneamente uma terapia. Se ando a desenhar é porque ando bem com a vida. 
A minha forma de desenhar exige sobretudo tempo.

3.  Quais os ingredientes para um bom sketch ?
Se quisermos podemos entrar por aí, por uma espécie de receita,  podemos também ver tutoriais que nos inspirem ou nos esclareçam maneiras de fazer.
Mas prefiro seguir um modo de olhar que estabeleço diante do que é observado. Seguir esse princípio que envolve escolhas, caminhos visuais, assuntos, elementos que já lá estavam e os que se adicionam com o tempo.
Acrescentar o mais importante, a liberdade de não contar tudo, de subtrair ou de não fazer. 
Se houvesse uma receita diria: escolhe um critério, desenha um percurso visual atentamente, perde a noção do tempo e no fim vê o resultado sem suposições antecipadas. Repete isso sucessivas vezes, procura conviver com todos os erros.

4. Quando decides acabar um desenho?
É sempre difícil, às vezes retomo mais tarde, outras arrependo-me do que fiz a mais.
Mas um desenho pode nunca acabar, podemos sempre acrescentar papel, tempo, assim como outros materiais, voltar ao mesmo lugar e desenhar por cima algumas transformações. 
Agrada-me essa sensação de poder voltar ao desenho no tempo e no espaço, como a noção de não poder colocar nem mais uma linha sobre ele.

5. Qual a tua proposta de desenho para o período de saída de casa que atravessamos?
A mesma de sempre, valorizar o que observamos retendo o olhar mais tempo sobre as coisas, atribuir atenção para com, ou para quem está mais próximo. 
É uma predisposição saudável e encantadora, o desenho pode proporcionar isso.  
 

 

“DIÁRIOS DE VIAGEM. DESENHOS DO QUOTIDIANO”
por Eduardo Salavisa


Acho que ninguém respondeu a este desafio, de falar de um livro do seu agrado, com um livro da sua própria autoria. Vou eu fazê-lo num assomo de imodéstia. Foi editado em 2008, ainda não se falava de urbansketching, e chama-se “Diários de Viagem. Desenhos do quotidiano”. Entrevistei 35 autores, portugueses e alguns espanhóis, que usavam o caderno regularmente, em viagem ou no seu dia a dia ou nas duas maneiras. Fiz questão de diversificar as áreas dos autores. Desde arquitectos, artistas plásticos, copywriters, antropólogos, desenhadores científicos, donas de casa, ilustradores. Contextualizei estas entrevistas com pequenas abordagens de artistas conhecidos que usaram o caderno (Picasso, Hopper, Delacroix, Le Corbusier, Hugo Pratt e Frida). E, num último capítulo, relatei como alguns professores usavam o Diário Gráfico nas suas aulas como estratégia de incentivar os alunos a terem gosto por desenharem. É um livro essencialmente didáctico e de introdução ao tema do desenho em cadernos.


 


OFICINAS SINGULARES #02 com Isa Silva em livestream no Facebook



À semelhança do desenhar com… este projeto consiste em conversas informais - em Livestream - sobre a prática do desenho.
Nestas sessões -mensais- convidamos um desenhador (entenda-se, praticante de Desenho) para nos falar da sua abordagem e desafiar-nos a desenhar - no/ num local - de acordo com o seu modo de ver.
A conversa será apresentada em direto no Facebook e partilhada no Instagram e no youtube.

Esta parece-nos uma boa forma de aproximar as pessoas de todos o País e além fronteiras e de mostrar o que se faz em caderno.

No dia 1 de agosto (sábado) às 10 horas nos Açores/ 11 horas em Portugal continental vamos conversar em direto com Isa Silva e contamos com a vossa presença
 



USk Talks

A primeira série de episódios das USk Talks chegou ao fim e enquanto não começa uma nova série podem seguir aqui todos os episódios.
Se tiverem sugestões de tópicos que gostassem de ver discutidos contactem os USk em education@urbansketchers.org

5 minutos de Desenho 

5 minutos de Desenho é um evento online organizado pelo Grupo de Investigação em Desenho do CIEBA/FBAUL com transmissão regular no canal Instagram da FBAUL durante as duas primeiras semanas de cada mês.
Esta iniciativa visa promover a partilha de temas relativos a investigações académicas, trabalhos artísticos ou artigos científicos no domínio do Desenho através da apresentação de um vídeo de 5 minutos. 
Num segundo momento, uma semana após cada apresentação e na mesma plataforma, tem lugar um debate em direto com cada autor, permitindo a interação do público e a exploração da temática apresentada. 
Durante o mês de Julho foram convidados desenhadores do universo do urban sketching.

Colabora com a Agenda dos Sketchers
Estamos sempre à procura de histórias de encontros e actividades dos urban sketchers em Portugal. Se gostavas de ver a tua história aqui, pergunta-nos como podes fazer, enviando um email para uskp.regionais@gmail.com.
Torna-te associado dos USkP. Descobre como aqui.
Segue a página de Facebook dos USkP
 
Encontros
 
09-08 | Lisboa | LISBOA VERDE 2020 - Parque da Bela Vista/Vale da Montanha | Paulo J. Mendes | CML/USkP
 
Formação
 
02-08 | Lisboa | LISBOA VERDE 2020 - Alto da Ajuda | Catarina França | CML/USkP
4, 6, 11 e 13 de Agosto (10h30-13h) | Lisboa | LISBOA ANTI-POSTAL | Mário Linhares 
4, 6, 11 e 13 de Agosto (15h-17h30) | Lisboa | DIÁRIO GRÁFICO A ÁGUA E SABÃO | Mário Linhares | Org. Nextart
4, 6, 11 e 13 de Agosto (18h-20h30) | Lisboa | DIÁRIO GRÁFICO - INTRODUÇÃO | Mário Linhares | Org. Nextart
 
Exposições
 
DESENHO EM CADERNOS E FOTOGRAFIA
Grupo do Risco
Museu Nacional de História Natural e da Ciência
Até 14 de Março de 2021
Org. GdoR/LxVerde


Desafio 112 - Pelos caminhos de Portugal


A publicação mais comentada no desafio do mês de julho é da autoria do Mário Crispim