Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

Empreendedorismo


Experiências antigas #7

Não é muito prático andar com tinta branca... mas as canetas da POSCA podem ajudar.

viagem a Madrid, e chega por agora!

mais uma viagem para Madrid,

com 27ºC à noite dava para vir para a rua jantar na esplanada


e ainda passear pelas lojas e pelos transportes públicos


no aeroporto de Barajas aparecem sempre curiosidades, desta vez um senhor não gostou que eu estivesse a olhar para ele e a desenhá-lo, deu a volta e foi sentar-se atrás de mim


desta vez num avião decente (TAP) com hospedeiras bonitas, direito a mudar de lugar sem pagar, levar mala no porão sem pagar e ainda com direito a lanche sem pagar.


Casa da Cerca

 

quinta-feira, 30 de Outubro de 2014

Praia dos Salgados

Praia dos Salgados.
Ao fundo, Armação de Pera.

De volta ao teatro


De regresso, outra sala e actores, outro texto e a mesma alegria de acompanhar o desenvolvimento da peça. Aqui os desenhos à vista do elenco, que depois irão ser montados, compostos e transformados numa pequena publicação. Mais tarde revelarei outros pormenores, até porque vamos querer a casa cheia.


Coisas de verão



A relembrar o verão que parece que veio e gostou, uma colagem e dois peixes da nossa costa.

Telheiras


Perto da saída do metro de Telheiras, fica o jardim com o nome do prof. Francisco Caldeira Cabral que após pesquisa descobri ter sido dos primeiros arquitetos paisagistas em Portugal. 
O jardim fica perto do Parque Hortícola de Telheiras, recentemente inaugurado numa iniciativa da Câmara de Lisboa para o desenvolvimento da agricultura urbana. 


Último andar na Rua do Carrião


Uma pausa depois de almoçar deu para admirar o conjunto dos vasos com plantas e os andaimes no n.º 3 da Rua do Carrião, em Lisboa. Optei por desenhar o último andar e durante uns 20m fiquei de pescoço esticado para quem passava. 
Logo no começo, uma senhora saíu deste edíficio ao telemóvel. Viu-me e achou estranho. Foi descendo a rua a conversar e olhar para trás. Não sabia o que fazer para dar confiança de que não era algum fiscal, mas apenas desenhava. No fim ainda vi os operários a descerem dos andaimes, mas esses nem me ligaram.
Colori o desenho mais tarde.

Experiências antigas #6

O meu saco é sempre umbom modelo sobretudo quando não estou muito preocupada com o que desenhar. Preocupei-me com o que queria expor e com o que tinha de «tapar»...

Veneza

 

Feita, manhã cedo, do campanile de S. Giorgio Maggiori sobre a laguna e as ilhas que ficam deste lado.

Por Belém...

Normalmente desenho quase sempre com caneta. Quando uso lápis é apenas para um esboço inicial. Mas ontem decidi experimentar aplicar a aguarela directamente no desenho a lápis. Por um lado, gostei da suavidade do resultado final, por outro, sinto alguma falta da maior precisão e contraste que consigo com o contorno a caneta. Mas é possível que volte a tentar.

Jardim em frente ao Palácio de Belém

quarta-feira, 29 de Outubro de 2014

Rota Vicentina

De repente, numa curva do caminho surge Vila do Bispo, ponto final da penúltima jornada da Rota Vicentina.

"Bridges" na Culturgest

Hoje nas conferências sobre sustentabilidade na Culturgest havia bastantes lugares vagos que fui ocupando sempre em busca do melhor ângulo. Os motivos não são sensacionais mas o tema é interessante. Amanhã as conferências estão abertas desde manhã para quem quiser desenhar. Entre as 14h e as 17h os USk são convidados a trazer alguns cadernos para serem folheados e vistos ao vivo na presença dos autores.

"Unhas Negras"

Representativo da Industria da chapelaria em São João da Madeira, esta estátua encontra-se junto ao Museu da Chapelaria mesmo em frente à Torre da Oliva outro ícone da Industria desta terra. Aqui realizaram-se os workshops inseridos no 7º Encontro Internacional de Ilustração de São João da Madeira, e antes do início ainda tive tempo para regista-la, intitula-se "Unhas Negras", era assim que ficavam as unhas dos trabalhadores, "Todos e cada um, UNHAS NEGRAS deformadas e grossas, muito roídas dos ácidos, a rematar os dedos escaldados" in "Unhas Negras", João da Silva Correia - pode-se ler na placa.

64º Encontro Diários Gráfico - Peugeot City

Este mês faz 4 anos que faço parte desta família gigante que são os Urban Sketchers.  Já conheci gente maravilhosa, já conheci pessoas que admiro muito e dava um dedo (do pé) para desenhar como eles, mas o mais importante de tudo é a forma como se vê o mundo. Eu sei que o Mário tem os olhos castanhos porque já o desenhei, eu sei que o Palácio Viuva Gomes em Almada é assimétrico porque já o desenhei, eu sei que desenhar ovos e desenhar pedras é difícil e um bom exercício porque olho para eles com olhos de observadora.

Nestes 4 anos já tive o prazer de implementar dois projectos na minha marca com os USKP - o encontro de desenho no Museu do Caramulo e agora o 64º encontro de desenho no Peugeot City.
 O encontro aconteceu no passado dia 18 de Outubro em plena Av. da Republica e até o nosso fotografo sentiu o espirito e disse que por momentos... "havia tanto silencio". E por momentos o tempo pára mesmo. E conseguimos estar 3 horas, sozinhos mas tão acompanhados, só nós e um papel. 
O resultado pode ser visto nesta sexta feira às 18h30 no espaço Peugeot City da Avenida da Republica e eu gostava muito de vos ver para lá.
Estamos a preparar a exposição com muito carinho e só faz sentido quando partilhada convosco.
Partilho convosco algumas fotos do dia, o cartaz do evento e também a noticia que saiu hoje na Marketeer
 ;)








Mais fotos aqui.
Obrigada a todos!

 

Experiências antigas #5

Interessou-me sobretudo que a linha se mantivesse com alguma cor, por isso escolhi uma página do jornal impressa a cores... o modelo foi um pretexto para a experimentação.

Desenhar no zoo

Fui ao jardim zoológico preparar a sessão para o próximo sábado. As girafas não paravam de olhar para mim. Concentrei-me principalmente nas cabeças. 

Também desenhei os flamingos e uns primatas chamados lémure, que estão aqui. 



Restauradores

Tantos anos a passar pela Praça dos Restauradores e nunca tive tanta noção da sua grandeza como na passada segunda-feira, quando, ao fim da tarde, a desenhei. Enorme, vazia, onde nós transeuntes, como galinhas, apenas a atravessamos para chegar ao outro lado. Para representar a inimitável calçada portuguesa, desta vez decidi experimentar usar uma colagem.


Pão quente no Escoural

Uma das melhores coisas deste fim de semana alentejano foi ir a uma padaria no Escoural, à noite, comprar pão quente, acabadinho de cozer. Disseram-me que nesta terra, tão pequena, há muitas fábricas de pão como esta, com gigantes  máquinas de amassar,  magníficos fornos a funcionar em simultâneo, e vários padeiros a trabalhar pela noite fora. Depois de provar o pão percebe-se porquê!!!( ( ver mais sobre a PADARIA)  )

foi um mês de viagens

uma viagem a Madrid com pouco tempo para passear, mas algum para documentar a viagem de avião

o chaleco amarillo foi o que mais gostei sem dúvida num voo Iberia, tudo o resto deixa muito a desejar


passageiros que aproveitam para dormir


o jantar do último dia, o mais importante as "3 claras" para esquecer o dia de trabalho e fazer a noite passar mais depressa


a mala já pronta para fechar e entregar no avião


a colega de viagem que consegue enrolar-se como um bicho-de-conta


terça-feira, 28 de Outubro de 2014

Rota Vicentina

Caminhando a Rota Vicentina, passei pela Praia do Amado.
Um local assinalável!

Encontro Internacional na Costa Vicentina

Mais uma vez aqui estou, a divulgar um encontro que estou a organizar em que a partilha de desenhos e o convívio entre portugueses e espanhóis promete ser enriquecedor.
Dando continuidade a hábitos que tenho aprendido com 'nuestros hermanos' venho convidar os que quiserem participar a estarem presentes.
Um encontro de um fim de semana desenhado na Costa Vicentina já nos dias 7, 8 e 9 de Novembro:
                                                                                         


O encontro é livre, no entanto é necessário preencher uma inscrição para que seja possível combinar alguns pormenores do programa. Para os que quiserem desfrutar de um fim de semana de desenho diferente lá estaremos à vossa espera, mais pormenores aqui e por e-mail
Entretanto peçam-me a ficha de inscrição e os contactos dos Turismos que nos fazem um 'atendimento especial' para anagfrazao@gmail.com 

Fui ao cinema e no caminho para casa encontrei um Porsche!!


Peugeot City


uma visitinha ao hospital

nada de urgente, mas deu para ver quem aparece, desaparece e as reações de cada um.

enquanto o filho joga e tenta explicar o jogo, o pai tenta falar da história de Portugal, como resultado temos uma caravela aos saltos para mudar de nível


os mais inquietos vão passeando pelos corredores como se tivessem "bicho carpinteiro"


uma pai com muita paciência