Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

...no dentista

«Vou tomar café» disse a Maria João e a sala ficou vazia...

Carro em movimento

Fiz este desenho com o carro em movimento. Durou cerca de 20 minutos e fui alternando de caneta de modo a conseguir separar os diferentes momentos, tentando, assim, transmitir a dinâmica da viagem de carro.


Mais desenhos:


Obrigado à Alexandra pela sugestão da técnica e pela condução em modo mais lento e pausado que o habitual.

As Caras do Cacilheiro


 Sem me comprometer dou continuidade ás "Caras do Cacilheiro" que me dão muito prazer fazer enquanto atravesso o Tejo, mas penso que lhe vou mudar o nome, porque como me veio hoje à idéia começo a fazer uma analogia, vá-se lá saber porquê, com o "facebook": são caras (= face) e embora não estejam dentro de um livro elas estão dentro de um barco... "boat", logo acho que lhes vou chamar as "faceboat", numa tradução forçada.






26jan.2015, mais "caras do cacilheiro", ou seja: mais "faceboat", estas, feitas na última semana de Janeiro. Crio aqui uma nova etiqueta com o nome "Faceboat".




Então aí vão as FaceBoat:


Cacilhas / Lisboa - 26jan.2015 - 14.02h - "Sintrense", numa magnífica tarde de sol.




Lisboa / Cacilhas - 26jan.2015 - 19.14h - "Campolide". Na minha proxima ida ao barbeiro peço-lhe para me fazer este penteado.





 28jan.2015, os dias continuam solheiros e bons para estas viagens.





Cacilhas / Lisboa - 28jan.2015 - 11.14h - "Setubalense". Sabe bem apanhar o sol mesmo sendo filtrado pelo vidro da janela.





Lisboa / Cacilhas - 28jan.2015 - 18.39h - "Campolide". De regresso a casa.




BORO

no MUDE

Apenas um prédio

Há aqueles edifícios que parecem ofuscar tudo à sua volta e depois há os patinhos feios, pelos quais passamos todos os dias, indiferentes.

Canetas Micron e aguarelas Schmincke num Moleskine A5 panorâmico. Entre 1h30 a 2h.

MUDE II

 

 

70ºEncontro USkP- Appetizer

É aqui que onde vai acontecer o 70º Encontro dos USKP 
Dentro desta tenda decorrem as filmagens de O GRANDE CIRCO MÍSTICO, uma coprodução entre Portugal, França e Brasil.
O realizador é o brasileiro Cacá Diegues
O argumento  conta a história do grande amor entre um aristocrata e uma acrobata e acompanha a decadência de  um circo ao longo de cinco gerações;  é baseado num poema de Jorge de Lima  que  foi adaptado, nos anos  80, a  um espetáculo musical brasileiro, com música de Chico Buarque e Edu Lobo..
Inspirados? Então inscrevam-se em teresa.ruivo@netcabo.pt, porque os grupos são limitados.
Também podem  ver mais desenhos das filmagens no no meu blogue …



Todos pelos Ares

Uns desenham aviões e outros desenham desenhadores de aviões. todos a aviar cadernos.
Com os USkP no Museu do Ar.
Mais desenhadores nos Bonecos de Bolso

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Aviões!

Também fui desenhar aviões no Domingo passado, e diverti-me à grande.
O resto da frota pode ser vista no meu BLOG



Intervalo para almoço 34


Mais uma pérola que resta no Saldanha, que nunca é demais desenhar porque mais dia menos dia, desaparece. Curiosamente, sempre que o desenho, chove...  

Lançamento do livro "Letters from Portugal"

Caros amigos, penso que isto não estará muito fora de tópico, até porque a capa do livro é um desenho realizado no segundo encontro dos Urban Sketchers em que compareci. :)


Venho convidar-vos para o lançamento do livro "Letters from Portugal", da autoria do poeta Landeg White, ilustrado por mim. Alguns de vós já viram algumas amostras deste livro, em que ando a trabalhar há já algum tempo.


Algumas das ilustrações são "urban sketches" (e outras quase que o são :)). Além da capa, que foi desenhada no encontro da rua Augusta (em 2010!) há pelo menos duas ilustrações baseadas em desenhos que já passaram por este blog, e algumas outras que não sendo urban sketches de todo foram feitas por corte, colagem, e extrapolação de desenhos originais feitos em cafés, autocarros, e outros habituais "territórios de caça" deste blog.

 Espero que encontrem entre eles algo que vos agrade. Os poemas do Landeg são de certa forma eles próprios observações por vezes muito ao estilo das nossas, o que motivou a nossa colaboração.


O lançamento é na próxima quarta-feira, dia 4 de fevereiro, às 18 horas, na Universidade Nova (Av. de Berna, 26-C, fac. de ciências sociais e humanas, Torre B, Auditório 1). 

É possível que, além do autor, eu também tenha ocasião de dizer umas coisas e mostrar uns bonecos. :) Espero ver-vos por lá!

Abraço, 
António.  









O Café Moderno

Mais um fragmento de Madrid, num recanto sombreado da Praça das Comendadoras. O Café Moderno, com as suas belas letras Anos 30, o toldo recolhido e a porta encostada, ali se oferecia, plácido, ao meu olhar. Foi um esboço rápido, com o pinheiro manso em primeiro plano e um enquadramento contido. Em casa, as cores também fluíram sem grandes dramas ou remorsos. Secas as tintas, aqui o deixo:

(Detalhes da aguarela no meu blogue, aqui.)
Fiquem bem!
Miú

vista... para o campo de jogos.

Num intervalo, enquanto fui à janela... estava um grupinho de alunos à conversa junto ao campo de jogos.
Gosto deste desenho.... a vegetação não se refere à copa das árvores mas, sim o relvado que se encontra atrás.  Foi a forma que tive de «recuperar» o desenho tirando partido de uma mancha que tinha previamente espalhado na página....fui procurando uma maneira de justificar a sua presença  (integrando-a).
(Artline 200 Fine 0.4, Pilot G-TEC-C4 e aguarela)                                                                                      SKETCHEs... do quotidiado |

Turquia





Mais alguns registos feitos na Turquia…
Outros em avista.naocoisas.com.

MUDE

 




Uma curiosa exposição com muito para desenhar.

Objectos em alumínio...

...fabricados no Japão entre 1910 e 1960 (MUDE).

Diferentes

Em dias diferentes, pessoas diferentes, em diferentes meios de transporte, com canetas diferentes e diferentes lápis de cor.

No metro: Pentel Pocket Brush com lápis aguareláveis Staedtler e Fabber Castle

No comboio: Lápis aguareláveis Derwent Inktense

No autocarro: Lamy Safari Pen F e lápis aguareláveis Derwent Inktense

"Todos Pelos Ares" com hélices e sombras.


No domingo fomos: "Todos Pelos Ares"


Museu do Ar

Um domingo bem passado num lugar excepcional, onde os estímulos visuais eram mais que muitos...e os desafios propostos pelos formadores foram bem interessantes!





quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Intervalo para almoço 33


Há Saldanhas para todos os gostos já ;) Deixo aqui mais uma vista desta praça, do lado que ainda vai sendo um dos mais bonitos.

Todos pelos Ares

Mais peças soltas.
Quando fui ao Museu do Ar para preparar o workshop não sabia bem o que propor mas fui desenhando e, quando de lá saí, já tinha a certeza.

Estação da CP - Torres Vedras

 
Ontem ao final da tarde, "à espera do comboio"

Aula de natação


De regresso às atividades... a aula de natação (dos golfinhos) foi cronometrada e correu bem.
(Artline 200 Fine 0.4, Pilot G-TEC-C4 e aguarela)

pelos ares até Montpellier

Como o fim de semana era de 'todos pelos ares'  não pude estar presente porque fui pelos ares até Montpellier. Aqui estão alguns dos desenhos que fiz  há mais para ver no meu blog agua com linhas