Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blogue só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

quarta-feira, 30 de setembro de 2020

Mosteiro

Na Ilha das Flores gostei dos parques de merendas, pequenos ou grandes, dava sempre para abrigar da chuva, almoçar, desenhar, pintar, e se não chovesse até se fazia um belo churrasco, churrasqueiras e lenha seca não faltavam.

Neste dia a chuva fazia visitas constantes, mas deu sempre para desenhar, ao abrigo do carro ou dos pequenos alpendres, havia sempre sitio onde se podia sentar a absorver o tempo...

O primeiro desenho é do parque de merendas de Alagoa, os restantes são no Mosteiro, uma pequena aldeia com algumas casas esquecidas, caminhos de pedra, ribeira e moinho de água, um local cheio de detalhes interessantes.


15 anos Bonecos de Bolso

Quando, em 2005-09-30 fiz um primeiro post com este desenho, não conhecia mais nenhum sketcher com blog mas, logo a seguir, encontrei-me com o Lapin, com o Gabi Campanário, com o Eduardo Salavisa e, através do Eduardo, com o José Louro, o Filipe Leal de Faria, o João Catarino e tantos tantos outros que desenham comigo. Estava longe de imaginar o rumo que as coisas iriam seguir. Hoje somos muitos e fico muito contente com isso!



Paço de Arcos Jardim



 

Rebuçados peitorais Dr. Bayard

 

A fábrica de rebuçados peitorais Dr. Bayard foi criada em 1949 por Álvaro Justino Matias e localiza-se na Amadora. A produção dos rebuçados foi inspirada numa fórmula terapêutica francesa cuja receita original ainda se mantem. Atualmente, a produção destes rebuçados é continuada pelo filho do fundador e pelos netos.

A tradição ainda é o que era...



(a) Riscar o Património no MNHNC

 A exposição SPECERE (Olhar em latim) patente no Museu de História Natural e da Ciência, convida-nos a observar a diversidade do mundo natural. Este tipo de colecções de espécimes, que habitualmente se encontram armazenadas nas reservas dos museus, são uma boa fonte de informação para o estudo da biodiversidade existente na Natureza.



Instagram dos Urban Sketchers Portugal

 Sejam todos bem-vindos à conta de Instagram dos Urban Sketchers Portugal: 

https://www.instagram.com/urbansketchersportugal/
 

Usem as hashtags #uskp ou #urbansketchersportugal para que possamos encontrar os vossos desenhos e replicá-los na conta.


Fiquem atentos aos encontros, exposições, formações, avisos, novidades, publicações e muito mais.

(a)Riscar o Património

(a)Riscar o Património em Rocas do Vouga, Sever do Vouga.
A convite do Museu de Sever, fomos conhecer o património escolar da freguesia: a antiga escola primária tipo Adães Bermudes, única no concelho e a quinta do Linheiro, antigo centro de educação e Trabalho D. Helena Quadros.
Com o excelente apoio do museu de Sever do Vouga, da Junta de freguesia de Rocas do Vouga e da Fundação Bernardo Barbosa de Quadros




 





Oceanário de Lisboa - Caderno Parque das Nações

  No dia 7 de março participei num workshop, com Blanca Escrigas no Oceanário de Lisboa. Foi a minha última saída antes da quarentena e o confinamento.

    Foi uma excelente memória!








A vida no Parque Marechal Carmona, Cascais


 

Quinta da Pena e Abegoaria em Sintra


 

terça-feira, 29 de setembro de 2020

(a)Riscar o Património em Coimbra

 




(a)Riscar o Património em Abrantes

Mais uma vez esta estrutura local da Ordem dos Arquitectos respondeu ao apelo de participar no encontro (A)Riscar o Património, organizando o encontro de Abrantes, subordinado ao tema Património e Educação.
Aqui fica o registo fotográfico do grupo que respondeu ao desafio de desenhar escolas de Abrantes.

Casa dos Bicos

A desenhar na R dos Bacalhoeiros com Eduardo, Teresa, Fernanda e Filipe.



Sketch rápido na Ilha das Flores

 


Museu Nacional de História Natural, anfiteatro


 

Na Rua dos Bacalhoeiros a ver quem passa


Hoje de manhã na rua dos Bacalhoeiros, em Lisboa. A ver quem passa. Um homem de trotineta, outro de bicicleta, um a tirar uma fotografia, outro a passear o cão, um casal de mão dada, uma senhora de preto a olhar para o telemóvel e um senhor com as mãos atrás ds costas. E ainda outros que passavam. um com uma mochila. E, lá fundo, uma árvore lindíssima cujo nome não sei. Em primeiro plano, a Fernanda, a Teresa e o Pedro.


 

(a)Riscar o Património em Évora

Igreja do Espírito Santo, Évora

«O Colégio do Espírito Santo, de inspiração jesuíta, foi fundado no século XVI pelo arcebispo de Évora, o Cardeal D. Henrique. As obras de construção do edifício tiveram início em 1550, e terminaram em 1559, sendo o colégio inaugurado logo no mesmo ano. Um pouco mais tarde, em 1566, começava a edificação da Igreja, de invocação do Espírito Santo, concluída em 1572, e exemplar inaugural do chamado "estilo chão", promovido em tantas campanhas de obras da Companhia de Jesus.»

mais informações >

(a)Riscar o Património


 Museu Nacional de História Natural/Lisboa

Guincho


 

segunda-feira, 28 de setembro de 2020

(a)Riscar o Património

 

Museu Nacional de História Natural e da Ciência de Lisboa

(a)Riscar o Património, Lisboa

 

Museu Nacional de História Natural e da Ciência de Lisboa



(a)Riscar o Património - Universidade de Évora


 Normalmente aproveito o encontro do património para visitar Évora. Este ano não foi excepção.

aRiscar o Património

Apesar de Museu Nacional de História Natural e apesar de ter passado por vários outros nomes, para mim será sempre a "Faculdade de Ciências" onde ainda tive aulas (uma seca!).
Mas continua sendo um edifício e um jardim cheios de surpresas.



Guincho - Duna da Crismina

 Hoje deparei-me com uma esplanada muito boa e com ótima localização, chama-se "Duna da Crismina", como o sítio, mesmo sobre o Guincho na subida para Areias.


Duna da Crismina.

A baía de Seixal

 Um raid rápido pela baía do Seixal. Um percurso pedonal impressionante, sempre com Lisboa ao fundo!



Terreiro dos Radicais


 Misturando tons com Isabel Seidel

Jardim Botânico

 


Depois de vermos uma exposição de desenhos fantásticos "GRUPO DO RISCO | DESENHO EM CADERNOS E FOTOGRAFIAS" viemos desenhar no jardim. Uma tarde bem passada com Lapin, J.Louro, J.Catarino, T.Ruivo e E.Salavisa e uns dragoeiros.

Praia de Porto Pim

Porto Pim é uma praia de águas temperadas na ilha do Faial, num dos extremos da cidade da Horta, um lugar muito acolhedor para saborear o tato na areia e nas águas calmas enquanto os pilritos passeiam e o tempo passa devagar...

 

(a)Riscar o Património

Alguns dos desenhos que sobreviveram a este (a)Riscar o Património em Torres Vedras,
no núcleo de escolas antigas do Concelho. O primeiro encontro oficial na zona depois do confinamento,
um excelente reencontro de sketchers e amigos.




 No fim do encontro deu para mais um pequeno desenho extra na estação da CP.


Uma manhã a riscar o Património


 



Modelo


 O meu modelo de estudo dos últimos meses.

Uma manhã a riscar o património exterior no MNHNC


 

(a)riscar o património


 Jardim Botânico-Lisboa

domingo, 27 de setembro de 2020

aRiscar o Património

Lisboa, 2020-09-26, Museu Nacional de História Natural e Jardim Botânico.



No Parque das Nações com Lapin

 Ontem fui até ao Parque das Nações participar na oficina do Lapin. Foi uma manhã excelente com muitos reencontros, conversas e desenhos. É disto que tinha saudades.

1º exerc´cio desenhado  ao longe com uma vista sem distorção.

2ª proposta feita com distorção a mais divertida para mim.