Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blogue só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

domingo, 19 de maio de 2019

Gabinete de Curiosidades

- Ketta, mostra-me o que desenhaste hoje.
- Foi isto: um ninho feito com asas de vespas, umas pedras, a rosa do deserto, dois corais e uns dentes de dinossauro.
- Hummm, que interessante! E desenhaste as peças tal como estavam no museu?
- Não estavam ordenadas desta forma, mas estavam expostas assim.
- Os dentes do dinossauro também estavam assim?
- Sim.
- Sabes, os dentes estão virados ao contrário. Na verdade esta parte não são dentes, mas sim as raízes dos dentes!
- A sério? Mas estavam expostos assim.
- É porque alguém as virou. Obrigado pela informação. Vou trancar as vitrines do museu agora.


5 comentários:

Unknown disse...

Woow que belos tesouros e que desenho fantástico!!! Nem tenho palavras. E que texto giro.

Unknown disse...

comentário de: ana pato

Patrícia Ferreira disse...

Muito elegante!

Suzana disse...

Que lindo!!! Adoro a composição e toda esta textura!

Alexandra Baptista disse...

lindo e enigmático..