Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Roma, Take 2

Mais uns desenhos que ficaram no caderno: Praça Navona, Praça do Panteão, Campo dei Fiori e uma rua sem nome.



9 comentários:

L.Frasco disse...

Afinal foi bem rentável a estadia. E sempre com fasquia alta. Belos desenhos!!

teresa ruivo disse...

Eh eh, obrigada Luís!
Não sei como consegui fazer tantos. Mas se reparares são todos a despachar;)

Filipe Pinto disse...

Bellissimi disegni. I romani ti ringraziano.

Pedro disse...

Lindos!

Rodrigo Briote disse...

Que pedalada

André Duarte Baptista disse...

excelente, como sempre

José Louro disse...

Eh lá lá!!!!

João Santos disse...

Craque!

Miú disse...

Estás imparável, Teresa! Lindos e cheios de personalidade! Como conseguiste fazer tantos? :o