Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Viagem a Brno


Ando a pôr em dia os meus cadernos, ou seja, a pintar desenhos que, por vezes, já foram feitos há meses e meses. Estes que aqui trago hoje são de Agosto, quando estive na República Checa em trabalho. Desta vez não fui a Praga, mas à segunda cidade, de pronúncia caprichosa e património rico. Primeiro, fiz um desenho da Praça da Liberdade, em pleno coração da urbe, de onde se avista a Igreja de S. Jaime. Os tons pastel e os detalhes barrocos dão muita beleza aos edifícios:


Depois, desenhei outra Igreja, de pináculo gótico e pedra vermelha, a Jan Amos Comenius. De onde me sentei, a fachada ficava meio escondida na folhagem:


Os desenhos no local, bem como outras fotografias alusivas à viagem, podem ver-se AQUI e AQUI. Espero entretanto "despachar" outros desenhos. É caso para dizer, em checo, pois então: "Brzy se uvidíme"! ("Até breve!")

4 comentários:

Isabel Alegria disse...

Miú, adoro as cores dos edifícios de Praga, como se os próprios edifícios fossem pintados a lápis de cor.
Não conheço mais nenhuma cidade da República Checa, mas pelos teus desenhos parecem ter as mesmas cores suaves.
Que linda a igreja vermelha!

Miú disse...

Obrigada, Isabel Alegria, fico contente!

André Duarte Baptista disse...

Que beleza de desenhos. Parabéns

Miú disse...

Obrigada, André!
Um abraço