Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

quinta-feira, 9 de agosto de 2018

Praia do Castelejo


Outra descoberta junto a Sagres: uma praia deslumbrante, rodeada de altas falésias e de um imenso areal quase branco. O mar estava encrespado, óptimo para o windsurf (que eu, medrosa que sou, nunca praticaria). Fica já na costa oeste, um pouco acima do Cabo de S. Vicente. No meio das ondas erguem-se rochas enormes, mesmo boas para desenhar:
 
 
Desenho do local e no local AQUI


5 comentários:

Mário Linhares disse...

Estas rochas nas praias parecem esculturas públicas!

Miú disse...

Sim, Mário, a natureza é uma escultora exímia. :)

Luís Ançã disse...

Praias com rochas são uma perdição...

Miú disse...

Sim, o Luís que o diga, ali do cabeçalho!... É mestre indisputado das praias com rochas -- e de todas as outras também. :)

Rosário disse...

Muito bonitas estas praias!