Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

quinta-feira, 28 de junho de 2018

Caderno do Porto

O livro “Caderno do Porto” que está na fase de produção, quase a ir para a gráfica, está organizado por percursos. São 5 percursos. O segundo começa no Café Majestic. O primeiro, claro, é a chegada ao Porto vindo de comboio, com aquele rebuliço todo à frente da estação de S.Bento.



4 comentários:

hfm disse...

Promete. Só não promete o Majestic pois as filas estão sempre grandes, o que é uma pena.

teresa ruivo disse...

Uau! Que desenhaços! Ambos!

Alexandra Baptista disse...

PROMETE, PROMETE.

Sílvia Santos disse...

Que desenhos tão bonitos!