Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

domingo, 24 de junho de 2018

Árvores do Largo do Carmo


 Desafio lançado pelo Bruno Vieira : escolher uma das miniaturas expostas de trabalhos realizados  durante o seu percurso como sketcher; nas costas da miniatura que escolhi estava a palavra árvore e desenhos de figuras humanas. A palavra árvore encaminhou- me para o exterior do museu acabando por me sentar numa das explanadas do Largo do Carmo. Do sitio  onde estava mal se via a porta de entrada do museu, pois as árvores frondosas encobriam-no, parecendo ainda maiores do que na realidade são, com o céu a espreitar no seu topo.

2 comentários:

Rosário disse...

Belo desafio!

Bruno Vieira disse...

Obrigado Rosa, gostei muito de partilhar experiências e tê-la como aluna mesmo que brevemente ;)