Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

terça-feira, 10 de abril de 2018

Moinhos... no Barreiro


O destino era o Barreiro para desenhar uns moinhos. A cor do céu assustava bastante mas não foi suficiente para nos demover de atravessar o rio. Por isso mesmo tivemos direito a umas nuvens espectaculares (e também a alguma chuva e muito vento), mas os moinhos lá estavam à nossa espera.

2 comentários:

Membro USK disse...

Ficou mesmo bem!

Fefa

DiasVanda disse...

Ao vivo, sente-se o vento!