Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

domingo, 22 de abril de 2018

Florença

Esta cidade italiana está sempre cheia de gente! As filas para visitar museus são longas e intermináveis e as praças rapidamente enchem-se de grupos turísticos. Embora o centro de Florença não seja assim tão grande, é impossível visitar tudo! Em menos de cincos dias há que simplificar o programa, e fazer as escolhas certas, entre ESTAR, VER e DESENHAR! 


Piazzale Michelangelo
É uma imensidão de telhados que se estende à nossa frente! Quando comecei a desenhar um telhado, quis desenhar mais um e mais um e mais um para que a cidade se fosse construindo nas minhas páginas. Mas depois apercebi-me que a cidade é monstruosa e que era preciso "domar" esse monstro para que encaixasse no meu caderno!


Colecção de telhados
Não pertencem a uma só rua ou a um só largo ou a uma só praça. Nem pertencem a um só dono. Fizeram parte do meu percurso aéreo durante os dias em que estivemos em Florença.


Do Cemitério de Fiesole
É uma pequena cidade. É mais antiga do que Florença e fica do lado oposto a Piazzale Michelangelo. E ao contrário desta, é mais tranquila e tem menos turistas. Fomos parar ao cemitério por acaso. O Matias cansou-se de andar e pareceu-nos um sítio bom para descansar!

5 comentários:

L.Frasco disse...

Que giros estes teus exercícios, Ketta!
Não tinha ainda visto estes.
Bela solução que encontraste para a Piazzale.
E Fiesole é mesmo um regalo!!

João Santos disse...

Fabulosos!

teresa ruivo disse...

Incríveis!

André Duarte Baptista disse...

Belo post

Miú disse...

Que lindos! Adoro o primeiro e o terceiro -- e vê-se logo quem é a autora!