Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

segunda-feira, 30 de abril de 2018

Desenhos do meio do nada da China




Uma cidade de contrastes, o futuro de mãos dadas com o passado. É estranho e maravilhoso e precisamente onde queria estar.
Um beijinho, de algures na China.

6 comentários:

João Santos disse...

Que maravilha! Manda vir mais!

Suzana disse...

Maravilha, gosto muito!!

teresa ruivo disse...

Uma escolha de materiais acertada. Ficam lindos!

Procópio António disse...

Beijinhos de Portugal Sofia. Vai dando notícias e regista tudo. Quando regressares quero ver todos os teus cadernos.

José Louro disse...

Genial!!

sofia palma disse...

Muito obrigado a todos! E um bocadinho difícil publicar daqui mas vou tentando mandar uns desenhos 😁