Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

quarta-feira, 14 de março de 2018

Desenhar é uma Performance

O que é que, afinal, desenhar de observação, no sítio, em público, tem a ver com a performance?

Em princípio nada, visto que a performance exige um público e desenhar num caderno (o melhor suporte para se desenhar no sítio) é um acto individual cujo desenho não é para ser mostrado. O resultado pode não sequer ser o mais importante e o erro não ser mais que uma hesitação.

No entanto quando o desenho é feito no meio de muita gente, em que as pessoas estão muito próximas, elas conseguem espreitar e ver o que estamos a fazer, se querem saber quem vamos retratar a seguir, se até estão expectantes se serão elas próprias, então podemos falar de uma performance. É o caso destes desenhos feitos no meio dos alunos do Chapitô (o de cima) e da António Arroio (os de baixo).

Em inglês aqui, com exemplos feitos no metro.



4 comentários:

Procópio António disse...

Totalmente de acordo. Eu adoro desenhar em publico ver a reação das pessoas e usar o desenho como desbloqueador de conversa. è uma festa!

João Santos disse...

Para além dos desenhos, gosto sempre das tuas reflexões. Acho que ainda me falta essa coragem para me expor, normalmente tento manter sempre o mais possível um low profile quando desenho. Mas como tudo, são características de cada um, depende também do contexto, do nosso estado em cada dia...

Ana disse...

Os desenhos e a reflexão estão óptimos!
A minha filha mais nova estava entre os alunos da performance do Chapitô.

Eduardo Salavisa disse...

João: eu também tento não dar nas vistas. Uma das razões porque uso um pequeno caderno é por causa disso. Mas às vezes, não sei porquê, acontece.
Ana: essa aula foi muito gratificante.