Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

A Júlia já sabe ler

A Júlia entrou este ano para o primeiro ano. O entusiasmo foi tal que desde que começou a aprender as primeiras letras, pediu um painel para colocar na parede. Lá começou por colocar primeiro as letras e depois as palavras. A ideia foi excelente porque rapidamente percebeu que alterando a ordem de palavras, podia fazer frases diferentes. Assim, sempre que chega da escola faz questão de dizer as palavras novas que aprendeu e ler frases com essas palavras.

2 comentários:

USKP disse...

Uma beleza de desenho e de momento vivido!

Fefa

Pedro disse...

É um salto na vida de qualquer pessoa. Bem aproveitado!