Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

domingo, 1 de outubro de 2017

Dia de pescaria


Fomos à Caloura e enquanto «os rapazes» se divertiam na pescaria fui-me distraindo avistando Ponta Delgada e a desenhar as Prombetas que o meu filho me oferecia.

(Aguarela, grafite, caneta caligráfica e lápis de cor)                                                                                                                                         «in situ»

9 comentários:

nelson paciencia disse...

Muito bons os desenhos, e gosto da composição de elementos com diferentes escalas e sobreposições.

Bruno Vieira disse...

Ficaram mesmo fabulosos, bela composição

USKP disse...

Muito bons...os desenhos e provavelmente os peixes tambem
Leonor Janeiro

Alexandra Baptista disse...

Hummm...
Obrigada (°J°)

Eduardo Salavisa disse...

Estás a entrar noutro tipo de desenho, há uns tempos para cá, que gosto muito.

teresa ruivo disse...

Concordo com o Eduardo. Este novo tipo de registo é muito interessante. Nestes desenhos está muito gira a fusão dos reinos.

Miú disse...

Adoro. Sao giríssimos todos.

Manuela Rolão disse...

Sou fã, à distância, mas espero um dia cruzar-me com a Alexandra. Expressivos, intensos,os teus desenhos contam histórias. E pronto, a paisagem das ilhas é arrebatadora e tu és primorosa a representá-la!

Alexandra Baptista disse...

(😶)