Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Do água para o caderno


Desenhando com os pés fresquinhos, na ribeira de Pucariça (Aldeia-do-Mato, Abrantes)



  
 Rã na margem da ribeira




Desta vez não consegui apanhar uma rã para desenhar,
 mas apanhei dois filhotes girinos no tanque do sr. Rodrigues.




Depois de desenhado debaixo da lupa, o girino voltou ao tanque.

  


Foi assim no retiro de 2017. Se quiserem saber mais sobre a experiência, espreitem:

http://velhadaldeia.blogspot.pt

ou:

https://www.facebook.com/sara.simoes.ilustracao