Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quarta-feira, 2 de agosto de 2017



24 de Junho de 2017. Piquenique e Desenho na Tapada da Ajuda

A Tapada da Ajuda, é o local onde trabalho desde 2006. Ainda estava a terminar a minha tese de Mestrado quando comecei a trabalhar no Centro de Estudos Florestais com a Processionária do Pinheiro. Depois disse fui ficando os anos seguintes, fiz investigação, fiz o doutoramento e de seguida, sem tenr conseguido arranjar trabalho/bolsa na área comecei a gerir um Mestrado Erasmus Mundus em Floresta, no mesmo sítio- coisa que tenho feito nos últimos 2 anos. 
Isto para dizer que o CEF (Centro de Estudos Florestais), o ISA e a Tapada da Ajuda são a minha casa desde à muito tempo. Adoro esta Tapada, as vistas, todas as espécies de árvores que aqui se encontram, todos os recantos e sombras e luzes. Foi palco de uma grande parte da minha vida também. Ainda me lembro de cá trazer o meu lindo Golden Retriever, Apolo, que entretanto nos deixou. E além de estar aqui toda a semana, ouvindo as cigarras pela janela no Verão, sempre com a grande tília atrás de mim; é também meu terreno aos fins de semana quando para cá venho pintar. Pois que desde do início que para aqui venho pintar.  

Por isso, obrigada a todos os que aqui vierem no passado dia 24 de Junho descobrir este segredo tão bem guardado de Lisboa. Espero que se tenham apaixonado por esta bela Tapada tanto como eu, e que se quiserem voltar, voltem e pintem de novo. Adorei ver os vossos trabalhos e obrigada pelo novo olhar que lançaram ao local. 

Obrigada também à Isa pela energia na iniciativa.

Deixo-vos aqui os meus trabalhos - que tão tardiamente publico. 

i

ii
iii

i e ii) vista sobre o Tejo da Terra Grande, 
iii) Jardim da Rainha


Catarina A Tavares




















1 comentário:

Isa Silva disse...

Foi um belo dia :-)