Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Hora de ponta


8 comentários:

Eduardo Salavisa disse...

Bem apanhado. E gosto das varias texturas.

Lurdes Morais disse...

Gosto. Os padrões-lhe outra vida!

Bruno Vieira disse...

fabulosos, os padrões ficaram mesmo bem

teresa ruivo disse...

Os padrões são o teu yoga?
Muito giro!

Celeste Vaz Ferreira disse...

Estes desenhos estão cada vez melhores! Fantásticas as expressões e texturas.

Vicente disse...

Disformes, torcidos, sobrepostos, carrancudos,às riscas, quadrejados. Assim são os teus desenhos.

nelson paciencia disse...

Tão bom!

João Santos disse...

Obrigado a todos! :)
E acho que tens razão Teresa... e também os utilizo muito quando tenho preguiça para pintar :P
E adorei a forma como caracterizas os meus desenhos Vicente, obrigado!