Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Bloco a Passear

Às vezes levo o bloco a passear, com uma sombra de objectivo que inclui desenhar.
Se parece obrigação e tenho companhia que não desenha, acabo por esquecer o bloco, mesmo que as paisagens sejam cativantes. Por vezes prefiro dar toda a minha atenção ao diálogo, aos gestos, às expressões, aos detalhes. Dividir um desenho com uma conversa às vezes parece-me ser desajustado, também tira a concentração do traço, embora com companhia valorize muito menos a linhas direitas.
Depois de não ter desenhado nada onde pensava desenhar, à noite, acabei por descobrir umas aguarelas Sakura anciãs com algum pigmento seco nos tubos, com água recuperei o Azul Cobalto e fiquei ali entre música e linhas simples a gastar migalhas de aguarela, acho que ficou inacabado, provavelmente mais interessante por isso.

6 comentários:

Alexandra Baptista disse...

Não me parece nada inacabado, e gosto dk ambiente monocromático.

Marcelo de Deus disse...

Quanto a mim, tb acho que ficou muito muito bom!

USKP disse...

muito bonito
Leonor Janeiro

Suzana disse...

Está muito bonita a luz.

cirenia arias disse...

Maravilloso

Bruno Vieira disse...

Obrigado ;)