Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Uma vista e a sua oposta


Na passada quarta-feira mais uma sessão 10 years x 10 classes com o Pedro Loureiro, no miradouro da Senhora do Monte.

No segundo tema, construí um caminho, por uma rua (que afinal era escadaria) chamada Caracol da Graça (soube do nome pelas colegas presentes).





No dia seguinte voltei, e desenhei a vista oposta, desde o dito Caracol a olhar o miradouro.
Esta é a versão resumida da história, a completa no meu blog: www.fernanda-lamelas.blogspot.pt/



7 comentários:

Isa Silva disse...

O meu miradouro favorito e a 5 minutos de casa :-) Belos desenhos!

Celeste Vaz Ferreira disse...

E pronto, quando for grande também vou desenhar assim!!

Isabel Alegria disse...

O segundo desenho faz-nos mesmo percorrer o caminho no espaço. Uma abordagem muito boa para essa zona de Lisboa!
E gosto muito de como permites que as linhas limpas verticais abram para essa dinâmica do fundo.

Mário Linhares disse...

Top.
Mesmo.

nelson paciencia disse...

Gosto muito Fernanda!

Ketta disse...

Como gosto do primeiro desenho!

Pedro Loureiro disse...

Levaste o exercício para lá do limite! Bestial!