Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sábado, 3 de junho de 2017

Oeste Sketchers em Arruda dos Vinhos

Hoje, a convite do Augusto Pinheiro, desloquei-me até Arruda dos Vinhos - desenhar a Feira Oitocentista. Quem me conhece, sabe que não sou muito dado a recriações, mas tenho de confessar que o ambiente estava fantástico. Sol, música, amigos, ambiente pitoresco e claro, muitos desenhos. Uma experiência repetir. Obrigado Augusto...
 
 
 
 
Cheguei tarde, quase na hora de almoço, mas ainda deu tempo para um desenho rápido - Igreja Matriz e Guarda Nacional. Depois de terminado o desenho encontrei um flyer do evento, decidi colá-lo no desenho - foi feito à medida.
 
 
 
 A 2ª coisa que um sketcher mais gosta é de comer e a 3ª, uma boa esplanada com bom enquadramento. Café no pátio do Palácio.
 
 
 
De tarde voltámos ao largo da Matriz
 
 
 
A caneta preta acabou. Mas quem tem uma velhinha BIC, nunca fica apeado. Os últimos desenhos. Não deu para ficar a tarde toda, mas valeu a pena.

4 comentários:

Bruno Vieira disse...

Exacto! Comer, boas esplanadas e convívio, resultam sempre em grandes desenhos como os teus ;)

Rosário disse...

Grandes desenhos!

Pedro Alves disse...

Adoro estes últimos só com linha. Está muito expressiva e já estás a incorporar as pessoas muito bem ;) É pena ser BIC eh eh eh

André Duarte Baptista disse...

obrigado :-)