Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quinta-feira, 8 de junho de 2017

10x10 no Teatro Romano de Lisboa

Tema 4: O edifício mais antigo da cidade
Guida Casella

Iniciámos o módulo 3 (médias histórias) no Teatro Romano, edificado nos inícios do séc. I d.C. e que actualmente se encontra situado entre as ruas de São Mamede e da Saudade. Depois de uma visita pelo museu, orientada pela Lídia Fernandes (coordenadora do museu), começámos os exercícios nas ruínas do teatro, onde gentilmente nos deixaram sentar nas antigas pedras que suportavam toda a sua estrutura.
 

O primeiro exercício era bastante simples: desenhar as ruínas de forma livre, observando as pedras e criar mentalmente toda a estrutura do teatro, que tinha uma capacidade para cerca de 4 000 espectadores.


Para o segundo exercício, já dentro do museu, a Guida fez uma proposta que, a meu ver, é "a cara" dela: desenhar as peças e mapas do museu de forma a criar um panfleto apelativo composto por desenhos e textos informativos sobre o espaço. Foi fantástico ver os exemplos e o entusiasmo da Guida por este trabalho! Fiquei-me apenas pelas peças, deixando de fora os mapas, sem saber como os haveria de colocar na dupla página...

6 comentários:

Urban Sketchers Portugal disse...

Fantásticos são também os teus desenhos! (para variar ...)

teresa ruivo disse...

(fui eu que disse isso!)

Fernanda Lamelas disse...

Lindos!

cláudia mestre disse...

Mesmo muito bonitos!

Pedro Loureiro disse...

A Ketta vai acabar este curso com um doutoramento em reportagens!

Pedro Ribeiro disse...

Não só lindos como são, para mim, um exemplo de bom gosto!