Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

segunda-feira, 19 de junho de 2017

10x10 no Miradouro da Nossa Senhora do Monte

Tema 6: Arranha-céus: olhando para longe e para baixo
Pedro Loureiro

Lisboa não tem muitos edifícios altos. E aqueles que são não facilitam o acesso ao público e por isso o Pedro arranjou uma alternativa para esta sessão. Uma alternativa de se lhe "tirar o chapéu"!
Palavra de ordem: simplificar.

 

Simplificar na horizontal
Lisboa é linda e é impossível fartar-nos dela como também é impensável desenhá-la de uma só vez!
De uma ponta à outra, com uma linha única os olhos viajam por todas os lugares que conhecemos e por aqueles que ainda estão por ser conhecidos!


Simplificar na vertical
Lisboa estende-se aos nossos pés. Daqui ao castelo é num instante. Daqui ao Tejo é um sonho. Daqui à Basílica da Estrela a minha vista já não alcança. Dos meus pés aos bairros ouvem-se turistas e ainda cheira a sardinha assada!


Simplificar Lisboa dos turistas
Apontam em todas as direcções. Tiram selfies aqui e cinco passos depois. Sentam-se em silencio. Bebem cervejas. Soltam risos. Falam sobre Lisboa em várias línguas. Os guias contam histórias sobre Lisboa. Cada um com a sua versão. E nós, observamos e rimo-nos sobre o que se ouve por aqui! 

16 comentários:

Pedro Ribeiro disse...

Espectacular Ketta!
Não só a arte de bem desenhar como a arte de bem compor e enquadrar!
Gosto muito!

José Louro disse...

bem, o terceiro está..... parabéns!!

Alexandra Baptista disse...

Gosto muito de todos, mas o último é tão bonito e poetico, tão simples e tão complexo...

Isa Silva disse...

Simples mas mt bons :-)

Filipe Pinto disse...

Muito boa a ligação do texto à imagem. A simplicidade a marcar pontos.

Fernanda Lamelas disse...

Que bonito!

Pedro Loureiro disse...

Knock-out! Vou passar a dar-te os exercícios antes, e apresento os teus resultados como exemplo a seguir :)

USKP disse...

Gostei muito do sombreado no Skyline de Lisboa, no primeiro desenho.

Fefa

André Duarte Baptista disse...

Gosto muito de todos, mas o segundo é de uma beleza única. parabéns

Paula Silva disse...

Está absolutamente lindo, não sei se pelo azul opaco do céu, ou o contraste com o sol da cabeleira, ou a linha de Lisboa que se une à da turista...

nelson paciencia disse...

A Ketta pulveriza os formadores, até o Pedro Loureiro que parecia imune a essa condição.
ADORO ISTO!
:)

Celeste Vaz Ferreira disse...

Elegância e poesia. Que desenhos lindos Ketta!!

Pedro Alves disse...

Isto está só incrível ;) Pedro, desiste eh eh eh

Bruno Vieira disse...

Uma bela simplificação, crivar a beleza das formas. Fabuloso

Ana Crispim disse...

Nem sei que dizer... Sempre gostei IMENSO dos teus trabalhos!!!

Ketta disse...

Obrigada, malta!
Os ingredientes são: instrutores fantásticos, lugares inesperados e exercícios com orientações bem específicas!
Ah, e juntamos um grupo bem humorado que cria um ambiente relaxado e motivado para estas sessões :)