Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sábado, 3 de junho de 2017

10 x 10 Lisboa - Largo de S. Domingos

Ainda não tinha conseguido partilhar a terceira e última sessão de pequenas histórias, desta vez com o Pedro Loureiro, que nos conduziu de forma admirável o olhar e pensar objectos de domínio público. 
Escolhi um candeeiro e neste último exercício o objectivo era analisar/reflectir sobre a relação do objecto com as pessoas.

4 comentários:

Pedro Ribeiro disse...

Nota 10! Muito bom Celeste, parabéns!

teresa ruivo disse...

Cada vez mais bonitos!

Mário Linhares disse...

As pessoas estão mesmo incríveis!

Pedro Loureiro disse...

É bom ver que o desenho não acabou no workshop :) Que belo exercício! Com jeitos de banda desenhada e tudo