Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Regresso a casa

Regressar aos Açores exige muitas horas, andar de avião em avião, esperar... esperar. Consegui no regresso com paragem em Lisboa espreitar o maat. Para que não ser chata e não fazer esperar por mim, não o desenhei, mas tive pena.
Ahhh, que saudades de casa!

(Caneta caligráfica, carimbo e lápis de cor)                                                                                                                           |«in situ»|

1 comentário:

Rosário disse...

è bom voltar a casa e com todos estes desenhos...