Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sábado, 6 de maio de 2017

mais de Óbidos


No cimo das escadinhas de Santiago, um desenho (uma espécie de 180º distorcidos...), feito em dois momentos: de manhã com a Teresa ao meu lado, os passeantes a não me deixarem ver nada e a chuva a começar a cair, e um segundo na pausa de almoço em que a livraria se encontra fechada e rareiam as pessoas na rua Direita!



4 comentários:

nelson paciencia disse...

Andei os três dias a pensar nessas escadas, nessa livraria e o quanto queria ter feito um desenho nesse lugar. Pelo teu (grande) desenho vejo que ia ser uma loucura de desafio...

Bruno Vieira disse...

Adorei ;)

André Duarte Baptista disse...

uma loucura, mesmo, mas ainda bem que arriscaste. muito bom

teresa ruivo disse...

Ficou fantástico! E se era difícil!