Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Fronteira das Honduras

Na fronteira entre a Guatemala e as Honduras tive tempo para imortalizar as minhas amigas que observavam um camião gigante.
Leonor Janeiro

3 comentários:

USKP disse...

O colorido dos enormes camiões e autocarros que circulavam na Guatemala e também nesta fronteira com as Honduras apanhou-nos de surpresa!
A reacção foi rápida e o resultado está à vista. Muito giro!

Fefa


Belita Isabel Janeira disse...

Um festival de cor belamnete desenhado...

teresa ruivo disse...

Também já estive nessa fronteira. Infelizmente ainda não desenhava. Que inveja:)