Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Ervas espontâneas na cidade 2

O desenho que chama a calmaria ... e até as aranhas e os passarinhos nos fazem companhia.
Que bem se está à beira rio ... na cidade, com cheiro a mar e a campo!

2 comentários:

Rosário disse...

Gosto destes desenhos à solta na cidade!

André Duarte Baptista disse...

as composições ficaram muito interessantes. parabéns