Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sábado, 13 de maio de 2017

Crise de nacionalidade?

Por razões que nada têm a ver com falta de credo não fui a Fátima. Por outro lado detesto O futebol. E sempre achei ignóbil o Festival da Eurovisão. Estarei em crise de nacionalidade?
 

6 comentários:

teresa ruivo disse...

Já somos dois:)

Mário Linhares disse...

Crise não.
Não estamos é habituados a isto! eheh

hfm disse...

Crise, não. Direi que já somos três.

Manuela Rolão disse...

O destaque dado a Portugal por estes vários acontecimentos (direi eu) positivos - embora não seja religiosa, nem adepta da bola, fiquei feliz com a canção que nos representou - pode ter repercussões importantes.
É preciso alento!

Rita Catita Afonso disse...

Eu gosto mesmo é de fazer desenhos :)

Vicente disse...

Já somos quatro