Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sábado, 20 de maio de 2017

A mancha

Isto de trabalhar com a mancha direta tem os seus riscos e esta não correu lá muito bem. Um bocadinho de mais pressão no lugar errado estraga tudo e neste caso a minha mãe tem razão em não gostar do seu retrato, sem querer fiz-lhe um bigode quando queria fazer uma sombra e a tentar disfarçar ficou pior e... ok, não mexo mais!


Caneta pincel de tinta da china

3 comentários:

André Duarte Baptista disse...

está fenomenal...

Rosário disse...

Também acho!

teresa ruivo disse...

Incrível Susana. Isto é uma coisa que dominas mesmo bem...o bigode é um pormenor que nem se nota,no meio de tantos outros tão bons!