Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

terça-feira, 9 de maio de 2017

21°encontro USkP Açores #02

Sentámo-nos a desenhar a dita janela do inferno, não percebi porque o local se chama assim. Não creio que aquela abertura na rocha (lá no alto) tenha ligação ao inferno... de regresso,  nesta rota circular, passámos por túneis e aquedutos e num deles sentámo-nos a desenhar.


No meu último desenho do encontro resolvi não introduzir as pessoas que por ali estavam e destacar o lugar que era calmo e fresco... tenho mais desenhos aqui:  «in situ»

(Caneta caligráfica, carimbo e marcador aguarelável)   

7 comentários:

Cesar disse...

Estão ambos magníficos! Gosto muito.

teresa ruivo disse...

Estupendo, esse primeiro!

Rosário disse...

Também gosto!

dilarp disse...

Páginas maravilhosas, a composição, o jogo cromático, a expressão da linha, tudo se conjuga num resultado esplêndido.

Eduardo Salavisa disse...

Também gosto. As várias camadas, as várias maneiras de fazer, os vários materiais.

nelson paciencia disse...

Eu também gosto!

Alexandra Baptista disse...

(ºLº)

obrigada.