Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sexta-feira, 19 de maio de 2017

10x10 no Palácio da Ajuda

Tema 2: Objectos de Museu
Nélson Paciência

Palácio da Ajuda: que lugar mágico! Um museu cheio de histórias para contar, imaginar e inventar!
Foi uma sessão cheia de coisas boas, a começar pela Fátima Patacho (técnica do serviço educativo do museu). Uma senhora fantástica, que generosamente cedeu do seu tempo depois das 18.30h para nos receber no Palácio. Partilhou connosco (de forma entusiasta) o seu conhecimento sobre a vida dos reis e das rainhas, as salas, as peças e os móveis! E, para mim, o melhor dela foi estar sempre atenta para nos deixar confortáveis enquanto desenhávamos! Sim, meus amigos, fomos muito mimados no Palácio! Tratamento digno de realeza!


Para o primeiro exercício, a proposta do Nélson foi desenhar objectos ou mobiliários de uma das salas e descrevê-los como se estivéssemos a conversar com uma pessoa cega. Desenhei os objectos, mas quando comecei a escrever sobre eles, deixei-me levar pelo ambiente e fiz-me rainha! Bem sei que as meninas dessa altura faziam-se mulheres muito cedo, mas não me contive e transportei-me para para a época, como se fosse uma adolescente ainda com muito para aprender sobre a vida! 


Não sei se terei percebido bem o segundo exercício, mas confesso que deu-me um gozo enorme criar a história no local! O exercício seria desenhar uma divisão do Palácio e criar uma narrativa sobre um acontecimento, sendo nós participantes ou observadores! Não cumpri nenhum destes pedidos! Não por ser do contra, mas porque continuava encantada com o museu! E continuava a sentir-me como uma adolescente! Demorei imenso tempo para encontrar o sítio certo para desenhar e dediquei imenso tempo para imaginar uma história! E se nos fosse permitido ficar mais tempo no Palácio, teria gasto (com todo o prazer) mais páginas do caderno só nisto: desenhar, escrever, imaginar, inventar e criar!

12 comentários:

L.Frasco disse...

Uau, Ketta, que páginas incríveis!!
Uma pergunta: numa e noutra página desenhaste com o pincel, com aguarela? Se sim, era bem fininho, não? Ou é outro riscador e que tinta usaste?

teresa ruivo disse...

Ai Ketta!Já não sei mesmo o que comentar nos teus posts. Fico siderada!!
(adjetivo
1.sem reação; paralisado, fulminado
2.figurado perplexo, atordoado, atónito)

...isto só para que não restem dúvidas :))

Suzana disse...

Que maravilha de textos e de páginas :) perdi-me a leitura e transportei-me para estas salas!

nelson paciencia disse...

Ketta, na semana anterior já te tinha confidenciado que estava curioso de perceber como irias abordar este tal segundo exercício. E esta quarta-feira, quando terminámos, já fora do Palácio e com a noite a cair, estava a conter-me para não te roubar o caderno e o trazer comigo para casa. O que escreveste é tão bonito que me emocionou verdadeiramente.
E sim, percebeste na perfeição o segundo exercício.
:)

Mário Linhares disse...

Ainda bem que estes desenhos estão cá em casa! ;)

USKP disse...

Estão lindas estas páginas! Já estavam as da anterior sessão.
Tudo o que fazes é poético, desenho, texto (adoro os teus textos) e sempre elegantemente simples.

USKP disse...

E pronto lá me esqueci do nome:
Celeste Vaz Ferreira

Anónimo disse...

As histórias em volta dos objectos.
Tão criativas e pessoais.
Muito bom.
Aquele local é visitado por milhares de pessoas por ano. Ninguém tem tempo nem condições para mostrar virtudes como estas se não se parar, olhar, desenhar e deixar correr as histórias.
Aquelas salas já não são mais o que foram antes.
Ficaram ali outros "olhares".

JVN

Ketta disse...

Luís, os desenhos foram feitos com aparo. Ando louca e a gostar cada vez mais deste material :)
Teresa, os teus desenhos e as tuas páginas também me deixam siderada: cada vez mais a arriscar e sem medo :)
Suzana, ias gostar MUITO de fazer estas sessões. Que bem que ficariam as tuas histórias ao lado dos teus desenhos :)
Nélson, parabéns pela sessão :)
Ó Celeste, continuo de boca aberta com as tuas páginas nestas sessões :o

DiasVanda disse...

Quando aos teus desenhos brutais juntaste história ... Bum ... saiu faísca! Há poesia à solta ...

Filipe Pinto disse...

Os desenhos e os textos estão fantásticos... Nem sei que dizer mais.

Ketta disse...

JVN: foi uma oportunidade ÚNICA a que tivemos nesta sessão! Tivemos todas as condições (perfeitas) para que tudo corresse bem ;)
Oh Vanda: também tu ias adorar fazer faísca com o 10x10 ;)
Camarada Filipe: vamos lá continuar a multiplar o 10x10 nos nossos cadernos e desenhar, escrever, contar, imaginar e criar ;)