Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sábado, 27 de maio de 2017

10x10 Lisboa: objectos do domínio público


Na passada quarta-feira, dei a minha primeira aula como instrutor no curso 10 Years x 10 Classes dos Urban Sketchers em Lisboa. Todas as aulas são focadas na reportagem gráfica e nas histórias desenhadas, e vamos abordar os assuntos em três escalas diferentes. Vamos aprender a contar histórias pequenas, médias e grandes, sobre os sítios onde vivemos.

Na minha aula de histórias pequenas, focámo-nos em objectos da cidade que não notamos que lá estão, mas que podem ser muito importantes paa a nossa segurança, conforto ou prazer - objectos do domínio público. Aprendemos a colher uma história interessante a partir dos mais mundanos objectos na nossa cidade. Afinal, há melhor maneira de nos tornarmos bons contadores de histórias que tornar um assunto aborrecido numa reportagem fascinante? Também praticámos o equilibrio entre texto, título e desenho nas mesmas páginas. Finalmente, desafiámo-nos uns aos outros ao contar, em viva voz, a nossa história aos nossos colegas.


No primeiro exercício, deenhámos uma vista urbana, filtrando tudo o que não era objecto do domínio público. Aqui, o nosso sentido crítico foi fundamental, porque incluimos ou excluimos objectos baseados nas nossas próprias opiniões. Afinal, o caderno é nosso, fazemos o que queremos nele. Terminámos a atribuir um verbo a cada objecto desenhado.


No segundo desafio, escolhemos um dos objectos, desenhámo-lo de vários pontos de vista, quando necessário, e tomamos apontamentos - apenas factos, ou interrogações sobre factos que gostariamos de ver esclarecidos. No final, tivemos um minuto para mostrar e contar o nosso desenho a todos.

8 comentários:

Pedro Ribeiro disse...

Obrigado Pedro e parabéns pela excelente sessão que ministraste.
Foi deveras interessante e muitíssimo produtiva!
Um grande bem haja para ti!

Bruno Vieira disse...

Grande aula... e grandes registos ;)

Suzana disse...

Muito interessante esta abordagem!

teresa ruivo disse...

Quem me dera ter ido...Deve ter sido fantástico!

Fefa disse...

Foi mesmo muito bom!

O Pedro fez uma bela escolha do local para tratar o tema, que abordou de uma forma criativa e muito motivadora; a sessão estava bem estruturada e foi muito bem conduzida.

Parabéns!

Fefa

Celeste Vaz Ferreira disse...

Subscrevo inteiramente o que a Fernanda escreveu!
Foi realmente uma óptima sessão!!

Ketta disse...

Adorei! Parar, ver, observar e questionar objectos que nos são úteis mas que nos passam despercebido!
E, para mim, a melhor parte foi aquela de 1 minuto para cada participante falar do seu resultado!

Maria Leonor Janeiro disse...

Pedro,quero mais destas experiencias que nos fazem pensar e desenhar.
Leonor Janeiro