Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

terça-feira, 18 de abril de 2017

favas


13 comentários:

Marcelo de Deus disse...

O mais bonito deste desenho, Cláudia, são aquelas palavras "...vou fazer como a minha mãe me ensinou..."

teresa ruivo disse...

Tão lindo!

André Duarte Baptista disse...

Até dá para sentir o cheiro :-)

hfm disse...

Lindas.

Rosário disse...

Lindo! Lindo!

Alexandra Baptista disse...

Que bela receita, mesmo a condizer com o desenho e... já apetece!!

Teresa disse...

Adoro favas. E o desenho das favas. Finalmente comprei um vaso com hortelã que é sempre bom ter em casa! Com favas, ervilhas, arroz,... e tudo o mais de que me lembre no momento!

Eduardo Salavisa disse...

São favas contadas.

Celeste Vaz Ferreira disse...

Francamente giro!!
Claro que fiquei cheia de vontade de comer favas...

Pedro Alves disse...

Depois de ver isto vou ter de cozinhar umas favas ;)

cláudia mestre disse...

Obrigada a todos! E que bom que os entusiasmei a comer favas frescas da época! Acreditem que ficaram mesmo deliciosas ☺

Manuela Rolão disse...

Um excelente desenho para o desafio 77!!

nelson paciencia disse...

Que lindo desenho e composição!